Pets 07/06/2019 16h20 Atualizado às 19h41

Chimarródromos agora contam com água para os animais

A novidade foi anunciada pela Prefeitura na tarde desta sexta-feira, 7

Quem passeia regularmente com os bichinhos de estimação bem sabe que eles precisam de água para se manterem hidratados e o passeio ser proveitoso. Agora, a Prefeitura de Santa Cruz do Sul vai disponibilizar água também para os pets nos já conhecidos chimarródromos, instalados em cinco pontos da cidade.

Além das opções de água quente e fria, um recipiente na altura dos animais oferece água fresca aos bichinhos, ao pressionar um botão. A novidade foi anunciada pela Prefeitura na tarde desta sexta-feira, 7. O primeiro equipamento foi instalado na Praça Getúlio Vargas.

A máquina foi criada pela empresa Ice Hot, de Bento Gonçalves. Além da novidade para os pets, os equipamentos foram atualizados com uma tela digital, de 50 polegadas, onde são reproduzidos os anúncios dos patrocinadores que mantêm o funcionamento das máquinas.

Conforme o sócio-fundador da Ice Hot, Samuel Panta, um botão precisa ser acionado por uma pessoa para que a água chegue ao espaço na parte inferior do equipamento. “O dispenser também tem microfuros, que escoam a água aos poucos. Assim, impede que a água acumule e que mosquitos possam se proliferar”, comentou.

A ideia, conforme Panta, surgiu ao observar as áreas onde os equipamentos estão instalados.“Nós percebemos que muitas pessoas passeiam com cachorrinhos e que eles ficavam de língua de fora. Aí, estudamos agregar esta função aos nossos equipamentos.” A água, garante ele, é filtrada e de boa qualidade, apesar de não ser refrigerada. Atualmente, Santa Cruz conta com quatro pontos com chimarródromos, que serão atualizados em até dois meses.

O número total deve chegar a 23 máquinas em Santa Cruz. Panta esclarece, no entanto, que não há um prazo para a instalação, já que as máquinas dependem de patrocínios. Apesar de não ter data estabelecida, eles devem ser do novo modelo. “Hoje, temos 20 equipamentos instalados em 12 cidades do Estado, mas queremos chegar ao fim do ano com cerca de 50”, disse ele.