Santa Cruz do Sul 07/06/2019 18h36 Atualizado às 18h56

Empreendimento na Imigrante deve abrir 380 vagas de emprego

Investimento na estrutura, que contará com uma unidade dos supermercados Miller, além de lojas e apartamentos, vai girar em torno dos R$ 80 milhões

Um empreendimento que será construído na Avenida do Imigrante, no Centro de Santa Cruz do Sul, deve gerar aproximadamente 380 vagas de emprego. A estimativa é do empresário Celso Müller. A estrutura, segundo ele, deve contar com estacionamento, mercado, cerca de 12 lojas e duas torres de apartamentos. O investimento total, que será feito por um grupo de investidores do município, deve girar em torno de R$ 80 milhões. 

De acordo com Müller, apenas a parte de estacionamento, lojas e mercado deve ter cerca de 5,4 mil metros quadrados. Dono da rede de supermercados santa-cruzense, ele explica que ainda aguarda autorizações da Prefeitura para iniciar as obras, em um terreno que fica quase na esquina com a Rua Galvão Costa. A partir do início, previsto para ocorrer entre setembro e outubro deste ano, serão necessários dois anos para concluir o complexo - ou seja, em 2021. 

LEIA MAIS: Miller projeta duas novas unidades para 2020 em Santa Cruz

Outro investimento que está nos planos do empresário é abertura de mais uma unidade do Miller Supermercados. O empreendimento ficará localizado em Linha Santa Cruz, em frente à antiga cooperativa da localidade, às margens da ERS-418 - também conhecida como Avenida Professor Orlando Oscar Baumhardt. 

O terreno conta com 3,5 mil metros quadrados, cuja área será dividida em 1 mil metros quadrados para o mercado, 500 metros quadrados para depósito e o restante para estacionamento. O investimento dessa obra ficará em torno de R$ 6 milhões. O novo mercado, conforme Müller, deve abrir 90 vagas de emprego, entre elas, para empacotador, caixa, açougue, confeitaria, padaria, abastecimento e recebimento. 

Para iniciar as obras, entretanto, Müller ainda aguarda as licenças da Prefeitura. Segundo ele, a expectativa é de que os trabalhos comecem no primeiro semestre de 2020 e seja finalizados no fim do mesmo ano. A estrutura seguirá o mesmo modelo do supermercado do Bairro Santo Inácio, que está passando por reformas. 

Vagas

Ao todo, os dois empreendimentos devem gerar cerca de 470 vagas de trabalho. Ainda não há previsão para iniciar as contratações. Segundo Müller, as seleções serão feitas pelo setor de Recursos Humanos da empresa.