Obituário 26/06/2019 22h34 Atualizado às 06h38

Mãe do jornalista Alexandre Garcia será sepultada nesta quinta

Dona Maria Thalita Eggers Garcia, de 100 anos e cinco meses de idade morreu na tarde dessa quarta em Santa Cruz

Com 100 anos e cinco meses de idade, morreu na tarde dessa quarta-feira, 26, em Santa Cruz, Maria Thalita Eggers Garcia, mãe do jornalista Alexandre Garcia. O próprio profissional da comunicação anunciou o falecimento em seu Twitter, pouco antes das 16 horas: “Aos meus queridos seguidores e companheiros de Twitter, comunico que minha mãe se foi. Com 100 anos e cinco meses de missão muito bem cumprida. Semeou luzes”, escreveu. Ela estava internada no Hospital Ana Nery. O velório será na manhã desta quinta-feira, no Memorial Jardim da Montanha, em Lajeado, e o sepultamento será às 16 horas no Cemitério Municipal da cidade, onde também está sepultado seu esposo, Oscar Chaves Garcia.

LEIA MAIS: Morre a mãe do jornalista Alexandre Garcia

À Gazeta do Sul, Alexandre Garcia, radicado em Brasília e que se encontrava na cidade desde o feriado de Corpus Christi para acompanhar a mãe na convalescença, informou que a causa da morte foi pneumonia por aspiração. Com mais de um século de vida, dona Maria Thalita sempre tivera excelente saúde, praticamente dispensando maiores cuidados médicos. Natural de Taquara, fora dona de casa, “mas uma dona de casa ativa e atuante, que se mantinha sempre muito bem-informada e atualizada, via jornal, rádio, TV e revistas”, referiu o filho. O pai de Alexandre, seu Oscar, marcara época no jornalismo esportivo em Cachoeira do Sul, Lajeado e Estrela, entre outras cidades, conhecido como Papito. Em Santa Cruz, seu Oscar trabalhara igualmente junto à Polar.

Dona Thalita deixa enlutados os filhos Alexandre e Marília, esta residente em Santa Cruz. Há cinco anos ela viera morar no mesmo prédio em que morava a filha, na Rua Gaspar Silveira Martins. Dona Thalita teve seis netos: Daniela, Carolina e Eduardo, que reside nos Estados Unidos, filhos de Marília; e Júlia, Denise e Gustavo (in memoriam), filhos de Alexandre. E deixa enlutados ainda cinco bisnetos.

Alexandre comentou que costumava falar com a mãe por telefone todos os dias. “Eu ligava por volta das 9 horas da noite, e ela sempre me comentava dos assuntos que tinha acompanhado ao longo do dia pela imprensa”, frisa. “Ela sempre leu muito, era uma fonte de cultura geral. Se eu tinha alguma dúvida ou precisava esclarecer algo, era só recorrer a ela.” Em janeiro, os familiares comemoraram os 100 anos de dona Thalita com uma festa em Santa Cruz.

Após mais de 30 anos vinculado à Rede Globo, Alexandre Garcia deixou a emissora, mas segue escrevendo para 20 jornais e grava para mais de 300 emissoras de rádio de todo o Brasil, além de ser youtuber, mantendo-se muito influente na mídia nacional.


MAIS LIDAS