Estado 02/07/2019 15h24 Atualizado às 15h43

Aprovados em concurso cobram convocação para o Corpo de Bombeiros

Apenas 150 vagas teriam sido ocupadas, das 450 previstas

Candidatos aprovados em 2017 no concurso do Corpo de Bombeiros cobram a nomeação por parte do governo estadual. Duas audiências públicas foram realizadas e a Casa Civil afirmou que vai apresentar um calendário para os chamados, conforme o orçamento disponível.

LEIA MAIS: Dia do bombeiro: um salve à instituição mais confiável para os brasileiros

Das 450 vagas previstas, apenas 150 teriam sido ocupadas até o momento. Os alunos estão em formação nos polos de Porto Alegre, Santa Cruz do Sul e Bento Gonçalves. "O nosso objetivo é que todas as vagas sejam preenchidas. Temos capacidade para 300 alunos no curso de formação", afirma o primeiro sargento Ubirajara Ramos, coordenador da Associação de Bombeiros do Rio Grande do Sul (Abergs).

O diretor administrativo do Corpo de Bombeiros Militar, tenente-coronel Paulo Henrique Monteiro, explica que há um deficit de 860 soldados. Somente para a reserva remunerada, 557 bombeiros do efetivo estão aptos.