Aeroporto Luiz Beck da Silva 09/07/2019 23h21 Atualizado às 06h22

Como supercarros vão ajudar os aviões a decolar à noite em Santa Cruz

Aluguel pago por evento com carros de luxo será usado para criar um fundo destinado a custear os equipamentos

Com a agenda do Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul lotada e a necessidade de arrecadar recursos para a instalação da sinalização noturna no Aeroporto Luiz Beck da Silva, o Município abrirá o espaço para uma prova de automobilismo na pista de decolagem. No feriado da Independência, carros de luxo testarão a potência no local. A ideia é dar início a um fundo financeiro para a instalação dos dispositivos necessários à liberação de pousos e decolagens no aeroporto também à noite.

“Nós estamos com apenas duas datas disponíveis no autódromo. Por isso, em contato com a direção do Aeroclube de Santa Cruz, autorizamos a realização do evento de automobilismo no aeroporto”, explica o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, César Cechinato. Segundo ele, o valor que a empresa pagará pelo uso das instalações – R$ 7,5 mil – será usado para dar início ao fundo necessário para compra dos equipamentos luminosos para o balizamento noturno. “Vamos aproveitar a oportunidade para arrecadar recursos para o aeroporto”, frisa Cechinato.

LEIA MAIS: Meta é viabilizar pousos à noite em Santa Cruz já em 2019

A locação será feita pelo Aeroclube Santa Cruz, que é a entidade responsável pela gestão e administração do aeroporto. “Será a contribuição do aeroclube para a melhoria da pista, por meio da parceria com a Prefeitura”, reforça o secretário. Os equipamentos, que utilizam o sistema LED, poderão ser operados via controle remoto, de dentro da própria aeronave, dispensando a presença de operadores de voo em terra e representando economia no consumo de energia elétrica.

“Nós ficamos um pouco apreensivos, porque a pista terá que ficar fechada alguns dias. Mas esta é a oportunidade de dar início ao projeto do sinalização para uso à noite”, avalia o presidente do Aeroclube de Santa Cruz, Luiz Alberto Falkenbach Pacheco. Ele explica que sem os dispositivos luminosos, o uso do aeroporto fica limitado apenas ao dia, enquanto há claridade do sol.

Conforme o secretário Cechinato, o orçamento para instalar os dispositivos no aeroporto é de R$ 200 mil, e deve contar com o investimento de empresários santa-cruzenses. “Esta será a contribuição do aeroclube, que é a entidade autorizada a realizar a manutenção do local. Também iremos buscar recursos junto à iniciativa privada, os empresários que têm aeronaves e usam o aeroporto”, complementa Cechinato.

Foto: Rodrigo NascimentoCechinato, Haas e Pacheco: parceria para começar a reunir os recursos necessários
Cechinato, Haas e Pacheco: parceria para começar a reunir os recursos necessários

 

Os supercarros irão voar baixo na pista

Os 1,2 mil metros de pista do aeroporto receberão a primeira edição regional do Top Speed Challenge 600. Será um desfile de modelos da BMW, Ferrari, Audi, Lamborghini, Mustang e Jaguar, com veículos que chegam a custar R$ 3 milhões.

Na prova, as supermáquinas terão 600 metros para acelerar e mostrar sua potência. “É um evento de luxo, com carros premium. Nosso objetivo é reunir 50 automóveis deste perfil, para propor um desafio a eles”, explica Dilnei Alexandre Haas, organizador do evento. 

Na prova, os participantes não poderão fazer manobras que prejudiquem a pista de decolagem. Terão que arrancar e desenvolver a velocidade em 600 metros. Os outros 600 metros de pista serão usados para a desaceleração. A medição da velocidade será feita por radar e vencerá quem tiver a melhor performance. “Serão duas categorias, esportivo e superesportivo, para dividir os veículos pela potência”, conta Dilnei Haas.

Segundo o organizador, para a realização da Top Speed Challenge 600, nem mesmo a pista do Autódromo Internacional de Santa Cruz é suficiente. “Deveremos reunir pilotos do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. São os próprios donos dos veículos que participam destas provas”, explica.

As arrancadas ocorrerão nos turnos da manhã e tarde, no feriado de 7 de setembro, no aeroporto de Santa Cruz. Haverá cobrança de ingresso para o público e taxa de inscrição para os pilotos. Os valores ainda não estão fechados, mas o acesso para acompanhar as provas deverá custar na faixa dos R$ 10,00.

Foto: Lula HelferExtensão da pista, de 1,2 mil metros, é adequada para as provas com os carrões
Extensão da pista, de 1,2 mil metros, é adequada para as provas com os carrões

MAIS LIDAS