Novidade 11/08/2019 23h11 Atualizado às 15h16

Santa Cruz terá Escola de Gestão Pública para treinamentos

O órgão, primeiro no Vale do Rio Pardo, será instalado no antigo Espaço Assemp, no Parque da Oktoberfest

Estados e União são obrigados a manter escolas de governo para treinamento e capacitação dos quadros de servidores. Embora não seja uma exigência feita aos municípios, a Prefeitura de Santa Cruz do Sul tomou a iniciativa e dentro de alguns dias vai inaugurar o Centro de Gestão e Qualificação Municipal (CGQM). O órgão, primeiro no Vale do Rio Pardo, será instalado no antigo Espaço Assemp, no Parque da Oktoberfest.

De acordo com o secretário de Administração e Transparência, Vanir Ramos de Azevedo, um projeto de lei será encaminhado à Câmara de Vereadores para que o órgão faça parte da estrutura administrativa da Prefeitura. O objetivo é treinar e capacitar servidores de forma permanente e durante todo o ano. A medida deve reduzir os custos com capacitações em outros municípios, uma vez que nesses casos somam-se gastos com alimentação, hotel e deslocamentos.

A ideia de implantar um Centro de Gestão surgiu em 2015 e ganhou fôlego nos últimos meses, com a desocupação do imóvel cedido pela Prefeitura à Associação de Entidades Empresariais de Santa Cruz do Sul (Assemp). O espaço foi equipado para funcionar como um ambiente de ensino-aprendizagem.
Mesas, cadeiras fixas e giratórias, bebedouro, projetor multimídia, equipamento de som e eletrodomésticos foram adquiridos. O prédio também recebeu pintura interna e externa e algumas pequenas adaptações, em um investimento de cerca de R$ 50 mil. A lotação do espaço pode variar entre 34 e 90 pessoas sentadas, de acordo com a disposição do mobiliário.

A formação oferecida deverá atingir todos os níveis de carreiras, desde os servidores que ocupam cargos com exigência de ensino fundamental até os mais graduados, com diploma de educação superior. Estagiários também poderão participar dos cursos de aperfeiçoamento, que serão gratuitos.

Os treinamentos serão, em grande parte, ministrados por servidores, com formação, conhecimento e experiência na sua área de atuação. Também a Prefeitura poderá conveniar com entidades públicas e privadas e outras instituições de gestão e de governo, como IGAM, DPM e outras. Uma plataforma de atividades está definida. O primeiro curso começará no fim do mês e será destinado à formação de gestores. Serão duas turmas de 35 alunos.