Soberanas 06/09/2019 19h55 Atualizado às 11h59

Saiba mais sobre a nova rainha da Oktoberfest, Ana Paula Bohnen

Gazeta do Sul ainda conversou com as princesas Graziela Schoeninger e Jayne Inês Heck

Alegre, brincalhona e movida a boas energias. Assim se descreve a nova rainha da Oktoberfest. De sorriso fácil, Ana Paula Bohnen, de 23 anos, gosta é de estar com as pessoas, uma característica que encaixa perfeitamente com o que a espera à frente da nova corte de soberanas da Festa da Alegria. Ela conta que vive a cultura germânica desde que nasceu. “Meus pais são do interior e me passaram os valores que só uma família típica alemã tem”, comentou.

Ela recebeu a equipe do Magazine na residência onde mora, no Bairro Goiás, junto ao pai Alberto Bohnen, a mãe Marcia Heck Bohnen e o irmão Rafael Bohnen. Apesar de não falar a língua, Ana Paula ressalta que o dialeto alemão é frequente na casa. “A gastronomia também sempre está presente, além de virtudes que herdei especialmente dos meus pais, como a simplicidade, humildade e respeito, sempre querendo ajudar ao próximo com responsabilidade”, ressaltou a rainha, feliz por ter conquistado a faixa e a coroa logo na sua primeira participação em concursos.

Ana fez parte dos desfiles típicos da Oktoberfest no ano passado. “Me encantei com a energia e alegria que só esta festa proporciona à nossa comunidade e visitantes. Tive certeza de que participaria do próximo concurso quando encerrou a 34ª edição da Oktober, pois queria levar ao público a mesma sensação que senti e ser porta-voz desta linda festa mostrando a essência do nosso povo”, explicou Ana, que recebeu um grande incentivo por parte dos amigos e familiares para participar do concurso.

A rainha da 35ª Oktoberfest estudou na escola Goiás e se formou em Ciências Contábeis pela Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc). Possui 1,64 metros, é solteira e gremista. Também trabalha como auxiliar administrativa e vendedora na Mademake Materiais de Construção, empresa administrada pela família. Cozinhar está entre seus hobbies preferidos. “Aprendi com a minha mãe e cozinho praticamente todos os dias. Gosto também de tomar chimarrão e sair com os amigos, além de brincar com o meu cachorro George, que é meu xodó.”

Das principais características que Ana Paula Bohnen destaca em Santa Cruz, o povo é uma das que mais chamam a atenção da rainha. “É o povo que transmite a essência da nossa festa com toda sua simplicidade, hospitalidade, alegria e trabalho”, ressaltou a soberana, que não vê a hora de chegar o dia 9 de outubro, data da abertura da Festa da Alegria. “Além de resgatar a nossa cultura, a Oktoberfest transmite muita alegria e amor, acolhendo milhares de pessoas que vêm até Santa Cruz prestigiar a programação”, finalizou a rainha Ana Paula Bohnen.

Confira fotos do álbum pessoal da rainha:

Foto: Arquivo PessoalO característico sorriso acompanha a rainha Ana Paula Bohnen em todos os momentos da vida. Da infância, passando pela paixão clubística, formatura em Ciências Contábeis e o derradeiro desfile da Oktoberfest de 2018, que colocou na cabeça da rainha a ideia de concorrer no concurso da Festa da Alegria deste ano

O característico sorriso acompanha a rainha Ana Paula Bohnen em todos os momentos da vida. Da infância, passando pela paixão clubística, formatura em Ciências Contábeis e o derradeiro desfile da Oktoberfest de 2018, que colocou na cabeça da rainha a ideia de concorrer no concurso da Festa da Alegria deste ano
Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal

 

A leitora Graziela
A vontade de pertencer à história da Oktoberfest marcou a conquista da princesa Graziela Schoeninger. Graduada em Biblioteconomia pela Universidade de Caxias do Sul e pós-graduada no mesmo segmento, a jovem de 27 anos ressalta a importância da Oktoberfest para Santa Cruz do Sul. “É um evento que faz nossa cidade ser o que ela é. Somos reconhecidos e valorizados Brasil afora, e a nossa alegria soma-se a inúmeros atributos que nos engrandece”, comentou ela, que é filha de Nelli e Edo Pedro Schoeninger.

A princesa, que mora em Linha Santa Cruz, garante que a paixão pela Oktoberfest só aumentou ao longo dos anos. “A Oktoberfest movimenta a economia da nossa cidade e garante ano após ano o sustento de muitos santa-cruzenses que fazem dos 12 dias de festa a sua casa.” Ela foi eleita 1ª princesa da Lifasc em 2017 e, no mesmo ano, concorreu à corte da Oktoberfest pela primeira vez. “Participar do concurso em 2017 só me fez ter certeza de que realmente era isso que eu queria. No ano passado optei por me organizar, concluir a graduação e a pós-graduação, para que este ano eu pudesse oferecer à festa a disponibilidade que ela merece”, salientou a soberana, que namora Jorni da Silva.

Viciada em leitura, trabalha como bibliotecária no Instituto Sinodal Imigrante. Entre os hobbies, gosta de ler e ter a casa cheia para cozinhar. “Gosto também de estar com os amigos, família e com a minha pet Frida”, revelou a gremista de 1,62 metro. “Somos polo de um povo batalhador e humilde que, com suas mesas fartas, seus jardins floridos e um sorriso estampado no rosto, conquista a todos. É a simplicidade e a alegria que nos tornam únicos”, frisou Graziela.

Foto: Bruno PedryGraziela Schoeninger
Graziela Schoeninger

 

Jayne preparada
O sonho de compor o time de candidatas da Oktoberfest acompanha Jayne Inês Heck desde criança. Ela completa a nova corte de soberanas da edição 2019 da Festa da Alegria. “Escolhi participar este ano por diversos fatores. Primeiro porque acho um ano importante para a festa, já que são os 35 anos. Por segundo, já estaria formada e com disponibilidade para participar das atividades. Além disso, me sentia mais madura e preparada neste momento”, disse a gremista de 22 anos e 1,79 metro de altura.

Jayne já possuía experiência em concursos, tendo sido eleita Miss Alemanha Brasil em 2015. A exemplo de Graziela, também foi soberana da Lifasc, tendo conquistado o título de Simpatia na edição de 2016 do concurso. Filha de Vilmar Roque Heck e Rosita Suzana Heck, é formada em Administração na Faculdade Dom Alberto e trabalha como auxiliar administrativa na Pontual Serviços Médicos. Segundo a princesa, o que ela mais gosta em Santa Cruz é a maneira que a comunidade local recebe os visitantes, não somente durante a Oktoberfest, mas no dia a dia. “Na Oktoberfest, então, nem se fala! Somos um povo alegre e que recebe muito bem a todos, por isso somos destaque no Estado”, comentou Jayne, que namora Douglas Rafael Sehn.

Para ela, a Oktoberfest se torna importante na medida em que faz girar a economia local e, por vezes, regional. “Acredito que a responsabilidade de representar a nossa festa é gigantesca, e por isso temos um time de voluntários que trabalham com muito amor e dedicação para que tudo saia perfeito para o público. Acredito que nós, soberanas, faremos um ótimo trabalho”, afirmou Jayne.
 

Foto: Bruno PedryJayne Inês Heck
Jayne Inês Heck


LEIA MAIS: Confira quem são as soberanas da 35ª Oktoberfest