Resgate 20/09/2019 01h02 Atualizado às 11h41

Prefeitura instala as placas com nomes em alemão das localidades

Dez delas foram confeccionadas para identificar sete localidades do interior, na área que recebeu os primeiros imigrantes

O Acesso Grasel e as localidades de Linha Santa Cruz, Linha Áustria, Linha Travessa, Linha Nova, Linha Andrade Neves e Alto Linha Santa Cruz já estão identificados com seus nomes originais, dados pelos imigrantes há 170 anos. A Prefeitura de Santa Cruz do Sul concluiu a instalação de dez placas, nas quais lê-se o nome do local em português e alemão.

LEIA MAIS: Santa Cruz terá placas em alemão para identificar localidades

Conforme a assistente administrativa da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Silvani Frantz, a atividade coloca em prática uma lei municipal que foi aprovada em 2010. “Por conta da proximidade com as comemorações dos 170 anos da imigração alemã em Santa Cruz, as primeiras localidades sinalizadas com a inscrição em alemão estão na região onde se iniciou o povoamento do município.”

De acordo com Silvani, a instalação foi realizada por meio de uma parceria com a Secretaria Municipal de Transportes e Serviços Urbanos. “Elas são diferentes das placas turísticas, que são feitas na cor marrom e contém pictogramas, as imagens gráficas. As placas instaladas seguem o padrão de sinalização indicado para localidades e áreas urbanas do município”, explica.

Além de trazer os nomes originais das localidades de Santa Cruz do Sul, as placas ajudam a contar um pouco da história. Um exemplo é o Acesso Grasel, agora também identificado como Käs’schmier Pikade. Naquela região, no passado, existiam vários produtores de leite. Entre os produtos processados havia a ricota artesanal, a famosa käs’schmier.

As placas trazem o nome atual da localidade e o apelido original da área, no idioma alemão. A lei 5.898, de 2010, prevê também a sinalização bilíngue em outras áreas de Santa Cruz do Sul. De acordo com Silvani, a localidade de Rio Pardinho é forte candidata a receber as placas em breve. A partir do ano que vem, a região dará início às comemorações da chegada dos imigrantes alemães, que povoaram Rio Pardinho depois da ocupação de Linha Santa Cruz.