Saúde 11/10/2019 16h06

Estado tem 381 notificações e 15 casos confirmados de sarampo

Dois novos casos foram registrados nesta semana em Ijuí e Gravataí

O Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs) confirmou nesta semana dois novos casos de sarampo. O número total de casos confirmados já chega a 15 no Rio Grande do Sul. Outros 32 casos estão em investigação.

A Secretaria de Saúde criou um Comitê de Avaliação e Monitoramento dos Eventos de Saúde Pública e realizou uma reunião na última quarta-feira, 9, a respeito da circulação dos casos de sarampo e aumento dos casos de dengue em 2019, o que acende o alerta do número aumentar ainda mais no ano que vem.

LEIA MAIS: Prefeitura oferece vacina contra o sarampo no Centro nesta sexta e sábado

Dos novos casos confirmados, uma das pessoas com sarampo é um residente de Ijuí com histórico de viagem ao Paraguai e uma mulher moradora de Gravataí, mãe de um bebê que na semana passada já havia tido a doença confirmada. Entre as ações desencadeadas e recomendadas está a investigação imediata dos casos suspeitos e bloqueio vacinal de contatos próximos a esses.

A Casa da CDL, na Praça Getúlio Vargas, estará aberta nesta sexta e sábado, dias 11 e 12, no período das 8 horas às 20 horas para atender a comunidade.

LEIA MAIS: Campanha contra o sarampo terá ações extras em Santa Cruz

Doença
O sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus. A transmissão ocorre quando o doente tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas. Qualquer indivíduo que apresentar febre e manchas no corpo (exantemas) acompanhado de tosse, coriza ou conjuntivite deve procurar os serviços de saúde para a investigação, principalmente aqueles que estiveram nos 30 dias anteriores em viagem a locais com circulação do vírus. Casos suspeitos devem ser informados imediatamente às Secretarias Municipais de Saúde ou para o Disque Vigilância, por intermédio do número 150.

Situação epidemiológica do sarampo no RS*:
Casos notificados: 381
Casos descartados: 334 (87,7%)
Casos confirmados: 15 (3,9%)
Em investigação: 32 (8,4%)

Casos por faixa etária:
Menor de 1 ano: 3 casos (20% do total)
Entre 15 e 19 anos: 5 casos (33,3%)
Entre 20 e 29 anos: 4 casos (26,6%)
Entre 30 e 39 anos: 2 casos (13,3%)
Maior de 50 anos: 1 caso (6,6%)

Município de residência:
Porto Alegre – 8 casos
Gravataí – 3 casos
Cachoeirinha – 2 casos
Dois Irmãos – 1 caso
Ijuí – 1 caso

*Dados divulgados pelo Governo do Estado.