Santa Cruz 14/10/2019 22h03 Atualizado às 10h49

Construção de pontes vai beneficiar loteamentos

Investimento de R$ 1,6 milhão por meio do programa Pró- Moradia ainda conta com a pavimentação do trecho de uma rua

A Secretaria Municipal de Habitação anunciou na tarde de ontem, no Palacinho, a construção de duas pontes e a pavimentação de uma rua no Bairro Dona Carlota, em Santa Cruz do Sul. O recurso será de R$ 1,6 milhão, financiado pela Caixa Econômica Federal por meio do programa Pró-Moradia. O prefeito Telmo Kirst assinou o documento para encaminhar a licitação. A previsão de início das obras é janeiro de 2020, quando os trâmites burocráticos deverão estar resolvidos. As três intervenções vão beneficiar uma população estimada de 1,5 mil pessoas.

Uma das pontes será para a travessia sobre o Arroio das Pedras, na ligação entre o Loteamento Viver Bem e o Bairro Santa Vitória. É uma demanda dos moradores do conjunto habitacional desde a inauguração, em dezembro de 2015, com um total de 922 residências. A obra terá um custo de R$ 500 mil. A ponte será de concreto pré-moldado e guarda-corpo metálico. As dimensões são 16 metros de comprimento e 11 de largura, sendo 2 metros de cada lado para a circulação de pedestres.

A atual ponte é feita de madeira, com passagem permitida somente para pedestres. Porém, motos e bicicletas circulam sobre a passarela, reformada diversas vezes, inclusive pelos próprios moradores em uma oportunidade. Para veículos maiores, a distância entre o Viver Bem e o Santa Vitória é de 2.460 metros. Para o líder comunitário Pedro Luiz Pereira dos Santos, aposentado de 62 anos, o anúncio é uma conquista. “Vai melhorar as condições de todos no Viver Bem. Estávamos correndo atrás há quatro anos.”

Foto: Lula HelferAtual ponte de madeira é apenas para pedestres, mas motos e bicicletas também usam
Atual ponte de madeira é apenas para pedestres, mas motos e bicicletas também usam
Foto: Lula HelferPedro Santos e demais moradores serão beneficiados com a construção das pontes
Pedro Santos e demais moradores serão beneficiados com a construção das pontes

 

CALÇAMENTOS
Além da nova ponte, o Viver Bem vai ser contemplado com a pavimentação de um trecho da Rua Abrelino Pedroso, entre a Rua Violeta e a ponte. Será uma área de 1.327 metros quadrados, com investimento de R$ 550 mil. O local não tem iluminação e constantemente serve como ponto irregular para descarte de lixo. No verão, a grama alta torna-se um perigo em razão do aparecimento de animais peçonhentos, como cobras e aranhas. “Ainda há outras coisas para melhorar, como os buracos no asfalto e os alagamentos quando chove, além das goteiras em algumas casas. Também vamos lutar pela implantação de uma UBS no loteamento”, complementa o líder comunitário Pedro Luiz Pereira dos Santos.

A outra ponte prevista no projeto também será para transpor o Arroio das Pedras, na Rua Professor Léo Winterle, em uma ligação do Bairro Santa Vitória com o loteamento Santa Maria. O valor destinado é de R$ 560 mil. Em outubro de 2015, o pontilhão de madeira caiu e o pedreiro Abraão Ramires utilizou cabos de aço, roldanas e uma cadeira velha para fazer uma tirolesa com 50 metros de distância a 5 metros de altura. Conforme o presidente da Associação de Moradores do Bairro Santa Vitória, Roque Antônio Ramos, a reconstrução da estrutura foi realizada pela Prefeitura 15 dias depois.