Solidariedade 24/10/2019 14h47 Atualizado às 15h18

Almoço beneficente busca apoio ao menino Rafinha

Com apenas 2 anos, Rafael Freitas luta pela vida desde que nasceu ao lado de sua família. Ingressos para o almoço já podem ser comprados

A família do menino Rafael Freitas, de 2 anos, está mobilizada para buscar o apoio da comunidade. O bebê, portador de pneumologia crônica e hipertensão pulmonar secundária, luta diariamente pela vida desde que nasceu. Para que os pais Juliana de Andrade Freitas e Anderson Castro possam manter os medicamentos e atendimentos especializados de que o filho caçula necessita, convidam a todos para prestigiar um almoço beneficente no próximo dia 10 de novembro, na Paróquia Espírito Santo, em Santa Cruz do Sul. A programação terá início às 11h30, com participação da Banda Escala, durante a manhã, e da Comitiva da Viola, às 15 horas, com transmissão ao vivo pela Rádio Web Serão Sul Brasil.

Os ingressos custam R$ 25,00 por pessoas – crianças de até dez anos não pagam. No cardápio, será oferecido churrasco, pratos quentes e saladas. Os interessados podem comprar os bilhetes na hora ou antecipadamente com os organizadores, pelos telefones (51) 99585-7152, com Sérgio, ou (51) 99540-3785, com Tânia. “O Rafinha passou um ano e dois meses na UTI do Hospital Santo Antônio, em Porto Alegre. Foi diagnosticado com imunodeficiente combinada grave, um problema no sistema imunológico que não tem cura, somente com transplante de medula. No entanto, a cirurgia não é possível no momento porque ele tem outras patologias e isso poderia levá-lo a óbito”, conta Juliana.

Conforme a mãe, o menino faz imunoglobulina a cada 21 dias para repor células de defesa, toma antibiótico todos os dias e mais outros oito tipos de medicamentos diariamente. “Foi encaminhado o benefício dele, mas ainda não obtivemos resposta. Nosso filho precisa de fisioterapia e de fonoaudiólogo todos os dias e também não conseguimos, a não ser duas fisioterapias por semana dadas pela Prefeitura de Pantano Grande”, explica. No município, onde residem, atualmente não há fonoaudiólogo. “Isso gera uma despesa sem tamanho, fora as viagens até Porto Alegre”, reforça a mãe, que está desempregada. Para Juliana, a esperança é de que tudo fique bem e Rafinha possa ter uma infância feliz ao lado do mano Arthur, de 8 anos.

Saiba mais
Almoço beneficente menino Rafinha
Quando: 10 de novembro
Hora: a partir das 11h30
Local:  Paróquia Espírito Santo, em Santa Cruz do Sul
Ingressos: R$ 25,00 por pessoa, crianças de até dez anos não pagam
Informações: (51) 99585-7152, com Sérgio, ou (51) 99540-3785, com Tânia