Excelsior 30/01/2020 06h16 Atualizado às 06h37

Ações de empresa valorizam 555% em cerca de um ano em Santa Cruz

Empreendimento está ampliando a fábrica no município e projeta crescimento de 40% na produção para este ano

Uma ação da Excelsior Alimentos S.A. valia R$ 81,89 nessa quarta-feira, 29. Em 8 de novembro de 2018, 15 meses antes, o papel da empresa com sede em Santa Cruz do Sul era comercializado por R$ 12,50. A alta é de 555%. Os dados foram apresentados pelo diretor-presidente da Excelsior, Renato Jackisch, em entrevista para a Rádio Gazeta.

Jackisch acredita que a valorização das cotas é uma consequência do crescimento da empresa. “Eu acho que é pela continuidade de resultados, que têm sido consistentes ao longo dos últimos dez anos. Trabalhamos com os pés no chão.”

Segundo o administrador, a Excelsior é reconhecida pelos investidores brasileiros e tem chamado a atenção também no cenário internacional. “A surpresa maior é que estamos inclusive repercutindo no exterior”, relatou, ao revelar que fundos de investimento dos Estados Unidos e Reino Unido já buscaram informações sobre a empresa.

LEIA TAMBÉM: Diretor da Excelsior Alimentos estrela campanha do Sesi

Jackisch: repercussão até internacional | Foto: Lula Helfer/Banco de Imagens

Produção deve aumentar 40%

A Excelsior faz investimentos na planta em Santa Cruz. Cerca de R$ 40 milhões são aplicados na ampliação e readequação de espaços da fábrica. O processo é feito com a unidade em funcionamento, o que, segundo o diretor-presidente, exige “miniparadas” na produção.

Mesmo assim, a expectativa para 2020 é produzir em torno de 40% mais. Essa estimativa, no entanto, engloba toda a produção da empresa, não só na planta de Santa Cruz. “Hoje temos uma expectativa favorável, que o mercado oferece também”, afirma Renato Jackisch.

LEIA TAMBÉM: Excelsior Alimentos inaugura casa do cliente em Santa Cruz

“É uma alegria poder estar em uma empresa que está ampliando, uma empresa que anos atrás passava por dificuldades. Agora, com nossa equipe, estamos fazendo a empresa crescer, tanto que estamos ampliando a parte física, colocando mais máquinas, obviamente para produzir mais e atender o mercado com mais itens, com mix maior, sempre mantendo a mesma qualidade e tradição”, ressalta o diretor. Fundada em 1893, a Excelsior Alimentos completará 127 anos em março.

LEIA MAIS: Valor das ações da Excelsior na bolsa dobra em 6 meses


MAIS LIDAS