Catiôro feliz 06/02/2020 12h10 Atualizado às 09h15

Após ficar uma semana abandonado em uma casa, Denis ganha novo lar

Cão da raça pit bull estava magro e com feridas pelo corpo. No novo lar é visto como um animal tranquilo, carinhoso e brincalhão

O pit bull Denis já tem um novo lar. Depois de ficar cerca de uma semana abandonado em um pátio de uma casa no Bairro Várzea, em Santa Cruz do Sul, o animal, que estava magro e tinha feridas pelo corpo, nem parece o mesmo cachorro encontrado em uma residência na Rua Ernesto Wermuth, no último dia 14. A situação foi denunciada à Gazeta Grupo de Comunicações por Xavier Pranke, vizinho da casa onde estava o cachorro e que, junto de outros moradores, passou a alimentá-lo. O cão acabou resgatado pela vereadora Bruna Molz.

Denis foi adotado pelo técnico de saúde bucal, Meikel Arendt. Ele conta que já teve um pitt bull e que, ao contrário do que as pessoas pensam, são cães dóceis. “Quando vi a foto no Facebook da Bruna Molz, olhei a carinha e já pensei que precisava cuidar dele.”

LEIA MAIS: Moradores denunciam abandono de cachorro no Bairro Várzea

Imediatamente ele entrou em contato com a vereadora e ativista da causa animal e perguntou se tinha fila para adoção. “Ela contou que algumas pessoas demonstraram interesse, mas não efetivamente. Pedi preferência por já ter tido cão de grande porte e desta raça.”

A adaptação e a convivência, segundo ele, têm sido incrível. “O Denis ocupou aqui em casa um espaço de saudade que eu tinha de outros cachorros. Ele é super tranquilo e carinhoso. Vive solto em um pátio enorme, brinca, corre livre. Adora andar de carro e todas as tardes passeamos pela cidade. Ele senta no banco de trás e fica olhando pela janela. A dificuldade é convencer ele a sair do carro depois do passeio”, revela.

Meikel mora com a mãe Rejani em uma casa no Bairro Avenida. “No começo minha mãe ficou com um certo receio, mas hoje o Denis é até mais dela do que meu. Está sempre com ela, para todos os lados. Quando eu chego em casa é só alegria, mas depois corre para perto da minha mãe.”

Denis também tem ‘duas irmãs’. É uma dupla de gatas que também foi adotada. “Eles convivem super bem. O Denis é muito educado, impossível não amar. Não entendo como conseguem abandonar um animal assim!”