SAÚDE 09/03/2020 17h43

Veja onde encontrar terapias alternativas pelo SUS em Santa Cruz

Unidades do município oferecem sessões de auriculoterapia, reiki, acupuntura e horto medicinal

As dores do corpo e da alma podem ser tratadas além da medicina convencional em Santa Cruz do Sul. Desde 2017, o Sistema Único de Saúde (SUS) do município oferece aos pacientes as chamadas Práticas Integrativas e Complementares (PICs). A primeira experiência começou no UBS Avenida com um grupo de Lian Gong, uma das práticas corporais associadas à medicina tradicional chinesa. Hoje é possível encontrar terapias como auriculoterapia, reiki, acupuntura e horto medicinal em diversas unidades.

A psicóloga Ieda Cristina Morinel, da Coordenação Adjunta da Atenção Básica de Santa Cruz do Sul, destaca que resposta das pessoas tem sido positiva. “Os pacientes relatam sentir um bem estar geral, melhora no humor e alívio quanto a dores musculares e articulares”, conta. Para ter acesso à acupuntura, os interessados precisam passar por avaliação e encaminhamento médico. Já para as demais terapias, o encaminhamento se dá por meio de avaliação da equipe multidisciplinar das unidades.

A expectativa é de que essas práticas se fortaleçam cada vez mais no SUS. “A adesão dos pacientes as diferentes terapias alternativas oferecidas no município é muito boa e os benefícios visíveis a curto prazo. O município tem investido e capacitado seus profissionais para desenvolverem as atividades nas unidades de saúde, o que possibilita levar diferentes terapias alternativas nos diferentes pontos da cidade, perto de onde as pessoas residem, facilitando o acesso”, justifica Ieda.

LEIA MAIS: Pacientes do SUS podem receber sessões de acupuntura em Santa Cruz

Onde encontrar

  • Programa Melhor em Casa: lian gong
  • ESF Alto Paredão: lian gong
  • ESF Senai: lian gong
  • ESF Cristal/Viver Bem: lian gong
  • ESF Progresso: lian gong
  • ESF Pinheiral: lian gong
  • UBS Verena: lian gong
  • ESF Esmeralda: lian gong
  • UBS Avenida: lian gong
  • ESF Rio Pardinho: lian gong
  • ESF Linha Santa Cruz: lian gong
  • ESF Cohab: acupuntura e auriculoterapia
  • Unidade Municipal de Referência em Saúde do Trabalhador (Umrest): acupuntura e reiki
  • Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf) A: acupuntura
  • ESF Boa Vista: horto medicinal

As terapias
Lian Gong: é uma das práticas corporais associada á medicina tradicional chinesa, composta de movimentos lentos, amplos e associados à respiração. Além de tratar das dores corporais, ativam os meridianos (caminhos da energia vital no corpo), trazendo bem-estar e longevidade.

Acupuntura: compreende um conjunto de procedimentos que permitem o estímulo preciso de locais anatômicos definidos por meio de inserção de agulhas filiformes metálicas para promoção, manutenção e recuperação da saúde, bem como para prevenção de agravos e doenças.

Reiki: é uma prática oriunda do Japão caracterizada por imposição das mãos nas superfícies corporais ou próximo delas e que, segundo seus praticantes, transmite uma energia universal como forma de equilíbrio energético para si ou para os outros.

Horto medicinal: o horto é uma grupo de plantas medicinais que assumem um papel fundamental no auxílio do tratamento de doenças, contribuindo com a preservação do meio ambiente e do conhecimento e da tradição no uso popular das plantas.

Auriculoterapia: constitui uma parte importante da medicina tradicional chinesa, que usa as zonas reflexas do ouvido para detectar e corrigir desequilíbrios, atuando no âmbito físico, mental e emocional dos pacientes.

LEIA TAMBÉM: Servidores da Saúde terão capacitação sobre práticas corporais chinesas

Foto: Rafaelly Machado

Desde agosto do ano passado a rede municipal de saúde oferece a acupuntura como tratamento complementar aos pacientes. Em torno de 60 pessoas já usufruíram da técnica, que faz parte das chamadas Práticas Integrativas e Complementares (PICs) do SUS. A maior parte da demanda é referente a casos de tendinite, fibromialgia, lombalgia e cervicalgia.

Os atendimentos acontecem nas segundas, terças e sextas-feiras à tarde e também nas sextas pela manhã, com o médico Gilberto Gonçalves, no Ambulatório Central. Nas quintas-feiras de manhã, as sessões são realizadas pela enfermeira Carina Suzana Pereira Corrêa, na ESF Cohab.

LEIA TAMBÉM: Ana Nery vai contar com medicina hiperbárica a partir de maio