Por causa do Covid-19 16/03/2020 15h26 Atualizado às 18h01

Confira alterações nos serviços em Santa Cruz do Sul

Rotina têm mudanças nos próximos dias para evitar propagação do vírus

Decreto de calamidade pública: a medida, aprovada nesta sexta-feira, 20, determina o fechamento dos estabelecimentos comerciais, industriais e de prestação de serviço não essenciais como lojas, casas de festas, casas de recreação infantil, casas noturnas, pubs, bares noturnos, academias, teatros, museus, centros culturais, bibliotecas, cinemas, instituições educacionais privadas, escolas de línguas, lojas de shoppings, salões de beleza, cabeleireiros e barbearias. Fica autorizado o serviço de agendamento de entrega de produtos, para estabelecimentos comerciais, desde que as portas dos estabelecimentos permaneçam fechadas. A suspensão vale a partir de segunda-feira, 23, com exceção da indústria, que pode funcionar até quinta, 26.

Atendimento na CDL: na Casa da CDL na Praça Getúlio Vargas, não haverá atendimento ao público a partir deste sábado, 21, e a previsão de retorno é indeterminado. Na sede da CDL na Rua Assis Brasil, haverá um colaborador da entidade disponível para esclarecer dúvidas, mas a recomendação é de que as pessoas não devem ir até a sede, mas utilizar telefone, e-mail ou aplicativo de mensagens para entrar em contato com o local.

LEIA MAIS: CDL altera atendimento em Santa Cruz

Cartório eleitoral: atendimentos presenciais e agendamentos estão suspensos.

Ônibus: TCS Consórcio suspendeu as linhas noturnas das 21h55 e das 22h25

INSS: a Agência do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em Santa Cruz do Sul suspendeu as atividades a partir desta quinta-feira, 19.

Correios: seguem atendendo a população em todo o país. Os serviços, inclusive Sedex e PAC, continuam sendo postados e entregues regularmente. A fim de evitar aglomerações, aconselha-se o uso do aplicativo e site correios.com.br. As agências funcionam das 9 horas às 17 horas e atendem pelos telefones 3740 6842 e 3715 6383.

Stifa: o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Fumo e Alimentação (Stifa), vai suspender todas as suas atividades a partir de segunda-feira devido à pandemia de coronavírus. Em comunicado distribuído nessa quinta-feira, 19, o sindicato alegou que a previsão é retomar os trabalhos no dia 5 de abril, mas isso dependerá da evolução da crise. Não haverá serviço de plantão.

LEIA MAIS: INSS suspende atendimentos em Santa Cruz do Sul

Escolas municipais: aulas estão suspensas a partir de quinta-feira, 19.

Projetos comunitários: estão suspensas as atividades dos projetos comunitários nos serviços de convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) pelo mesmo tempo das escolas municipais. São 600 crianças e adolescentes de 6 a 15 anos de idade, divididos em dez pontos na cidade.

Escolas estaduais: aulas suspensas a partir de quinta-feira, 19. Funcionários e equipes diretivas seguem trabalhando, com as escolas abertas entre 9 e 14 horas.

Unisc: aulas presenciais suspensas temporariamente.

Dom Alberto: aulas suspensas a partir desta quarta-feira, 18.

Escola Família Agrícola: aulas suspensas, pelo menos, até 29 de março.

Projetos extraclasse: a Prefeitura divulgou nesta terça-feira, 17, que estão suspensos os projetos extraclasses da Secretaria Municipal de Educação, o que inclui AABB Comunidade, Pequenos Campeões e demais atividades das escolas municipais.

LEIA MAIS: Instituições de ensino suspendem aulas em Santa Cruz do Sul; confira lista

Visitas nos hospitais: o Hospital Regional do Vale do Rio Pardo, o Hospital Santa Cruz e o Hospital Ana Nery suspenderam as visitas por tempo indeterminado. Cada instituição adota regras próprias sobre acompanhantes.

Retirada de medicamentos:  o secretário municipal de Saúde, Régis de Oliveira Júnior, assinou nesta terça-feira, 17, ordem de serviço com orientação do Conselho Regional de Farmácia autorizando as unidades de saúde de Boa Vista, Rio Pardinho, Linha Monte Alverne, Alto Paredão, Pinheiral, São José da Reserva e Linha Santa Cruz a dispensarem antibióticos mediante receita médica. A medida vale por tempo indeterminado.

Agendamento de consultas: pessoas com mais de 60 anos devem fazer agendamentos de consultas de rotina por telefone, diretamente com a unidade de saúde mais próxima.

Receitas médicas: para evitar que pacientes busquem unidades de saúde apenas para renovar receitas médicas, a Secretaria de Saúde vai permitir que as mesmas sejam aceitas pelo prazo de validade de seis meses para medicamentos controlados e 12 meses para os de uso contínuo.

Cartão SUS: a atualização do documento deixa de ser obrigatória, temporariamente, para consultas com especialistas e nos postos de saúde. Para emissão de novos cartões ou diante da necessidade de cirurgias, os documentos só serão emitidos mediante agendamento por telefone 3715-4013.

Casas geriátricas: o Ministério Público divulgou uma série de recomendações para os asilos. Além de intensificar os cuidados com a higiene pessoal dos residentes e dos funcionários, quanto ao acesso aos visitantes, deve-se evitar a concentração das visitas, amplaindo os horários de visitação nos asilos em que há restrição de horário.

Farmácias (municipal e do Estado): sempre que possível, idosos devem pedir para familiares ou vizinhos retirarem os medicamentos. Outras medidas também são estudadas para descentralizar as retiradas.

Farmácia Móvel: um novo calendário será divulgado.

Férias dos servidores da Saúde: a Administração Municipal irá suspender temporariamente as férias que estavam programadas.

UPA, PA e Hospitalzinho: os serviços de urgência e emergência devem ser evitados por pessoas com sintomas respiratórios leves. Esses pacientes devem ficar em casa e entrar em contato por telefone com uma unidade de saúde para receber orientações.

Centro-Dia: o Centro-Dia, serviço que atende no prédio onde funcionava o Codesc, suspendeu temporariamente as atividades.

Grupos de idosos, gestantes e atividades no Centro de Convivência da Melhor Idade (CCMI): os encontros foram suspensos.

Bebedouros públicos e em escolas fechados (isolados): a Prefeitura determina que todos os equipamentos sejam desligados e isolados.

Cozinhas Comunitárias: terão atendimento de almoço ampliado para evitar aglomerações. A partir desta terça-feira, 17, ocorrem das 10h30 às 12 horas e os usuários serão orientados a ter em mãos os recipientes para levar os almoços para casa.

Corsan: a Corsan enviou nota à imprensa nessa terça-feira, 17, para orientar os clientes a utilizarem os canais de relacionamento não presenciais da companhia. O atendimento presencial nas unidades de saneamento permanece funcionando apenas para os serviços que precisam ser atendidos pessoalmente, e ainda assim com restrições. É recomendável, portanto, o acesso online, visto que para a maioria dos serviços não há necessidade de solicitação presencial (situação do abastecimento, segunda via da fatura, extrato de faturas e informar vazamentos). Os clientes podem solicitar serviços por meio dos canais 24 horas App Corsan, que é gratuito e disponível nas lojas virtuais, ou na Central de Serviços, via site www.corsan.com.br.

RGE: os clientes da RGE poderão acessar canais de atendimento como aplicativo, site (rge-rs.com.br), SMS com o seu código (presente na fatura de energia) para o número 27350 ou Central de Atendimento pelo número 0800 970 0900.

LEIA MAIS: Ministro da Saúde recomenda fim das rodas de chimarrão para evitar coronavírus

Eventos: o prefeito Telmo Kirst emitiu um decreto suspendendo os eventos da Administração Municipal.

Agências FGTAS/Sine: vão estar fechadas a partir de segunda-feira, 23.

Procon: o atendimento está suspenso. Os atendimentos serão realizados pelos seguintes canais de atendimento: telefones 151 e 3711 4548 e e-mail procon@santacruz.rs.gov.br.

Sindicato dos Comerciários: a entidade suspendeu o atendimento presencial ao público, pelo menos, até o fim de março. Telefones seguem à disposição. O mesmo vale para as unidades de Candelária, Venâncio Aires e Sobradinho.

Justiça: a subseção local da Justiça Federal suspendeu atividades ordinárias presenciais, o que inclui audiências e perícias que seriam realizadas no Fórum. Atendimentos devem ser feitos por e-mail.

Ministério Público do Trabalho: O Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Sul (MPT-RS) suspendeu o atendimento presencial nas unidades gaúchas. A decisão, que leva em conta a recomendação nacional do procurador-geral Alberto Balazeiro, diante da pandemia do novo coronavírus, vale para Santa Cruz do Sul e outras oito unidades no estado.

Cartório de Registro Civil de Pessoas Naturais: o atendimento é das 8h30 às 12 horas e das 13h30 às 17 horas. No balcão de atendimento, é permitida a presença de apenas uma pessoa, para evitar aglomeração. Para a realização de casamentos, a orientação é que as pessoas fiquem a uma distância segura uma da outra. O cartório aguarda um posicionamento do Fórum sobre a manutenção dos serviços.

Cartório Trentin: o atendimento segue das 8h30 às 18 horas. A orientação é que as pessoas peguem a senha e aguardem no lado de fora, caso haja público além dos cinco guichês.

Cartório D. Martins: o atendimento segue das 8h15 às 17h45, à espera de uma decisão do Fórum. Medidas de prevenção foram tomadas, como evitar aglomerações e disponibilização de álcool gel.

Registro de Imóveis: o atendimento segue normal, das 9 horas às 17 horas. Medidas preventivas foram tomadas e recomenda-se a ida ao estabelecimento apenas em caso de extrema necessidade.

Fórum: não haverá atendimento até 19 de abril.

Ministério Público do Trabalho: atendimento online pelo e-mail prt04.santacruzdosul@mpt.mp.br ou telefone 3740 0600.

Ministério Público Estadual: o atendimento presencial encerra hoje. A partir de segunda-feira, a presença de funcionários acontecerá somente em caráter de urgência. O canais de atendimento são e-mail mpsantacruz@mprs.mp.br e telefones 3711-2644 e 99739-8525.

Defensoria Pública: atendimento somente por telefone, no número 3713 2221, de segunda a sexta, das 12 horas às 18 horas.

Receita Estadual: não há atendimento presencial. Por telefone, o contato é pelo 3715 3411 das 8h30 às 12 horas e das 13h30 às 17 horas. Documentos podem ser enviados pelo e-mail contingencia.santacruzdosul@sefaz.rs.gov.br. Os prazos processuais foram prorrogados por 30 dias. Outras informações podem ser acessadas no site sefaz.rs.gov.br/atendimento.

Receita Federal: aguarda portaria com orientações. Por enquanto, o atendimento segue das 8h30 às 11h30 e das 13 horas às 16 horas. Para atendimento online, os formulários estão disponíveis no site receita.economia.gov.br.

Polícia Federal: os serviços de polícia judiciária prosseguem, com prioridade para situações que não podem ser descontinuadas. A prestação dos serviços administrativos relacionados às demandas de segurança privada, produtos químicos, armas e estrangeiros está suspensa, exceto em situações urgentes, devidamente justificadas. Os atendimentos de situações normais podem ser realizados pelos canais eletrônicos. Somente são emitidos passaportes para requerentes que comprovem viagens nos próximos 30 dias. A entrega de passaportes também se restringe àqueles que comprovem viagens nos próximos 30 dias ou que estejam próximos ao final do prazo para retirada (90 dias após a confecção). O atendimento ao público dessas demandas consideradas urgentes somente ocorre no turno da tarde a partir da próxima segunda-feira. O contato da delegacia é 3717-9000.

LEIA MAIS: Ministério Público do Trabalho suspende atendimento presencial

Cinemas: Shopping Santa Cruz vai fechar totalmente a partir de domingo, incluindo Praça de Alimentação. Sábado fica aberto até 20 horas. Farmácia, que tem acesso pela rua, continua aberta. Cine Max Shopping Germânia cancelou as exibições a partir da quinta-feira.

Atividades esportivas: A Secretaria de Segurança, Defesa Civil e Esporte (Sesde) suspendeu, a partir desta quarta-feira, 18, todos os eventos que possam gerar aglomeração de pessoas. De acordo com a Coordenação de Esportes do município, todas as atividades esportivas realizadas pela Prefeitura ou com participação da Administração de Santa Cruz do Sul, estarão suspensas pelo período inicial de 15 dias. 

LEIA MAIS: Confira verdades e mentiras sobre como evitar o coronavírus