Em tempos de Covid-19 20/03/2020 13h38 Atualizado às 15h02

Alternativa: adeptos de academia podem se exercitar em casa

O mais importante, conforme educadora física, é exercitar a mente neste período difícil

Com as academias de ginástica fechadas para evitar a propagação do coronavírus, adeptos da prática esportiva precisam encontrar opções. Uma delas é fazer exercícios moderados em casa. De acordo com a educadora física Nina Kirst, existem vários modos de praticar exercícios físicos que podem ser feitos dentro de casa, sem o contato com outras pessoas.

“O próprio circuito funcional, com pequenas corridas, abdominais e polichinelo, por exemplo, pode ser uma alternativa para quem deseja manter a forma neste período de isolamento social.”

Nina explicou que é importante não exagerar, especialmente porque quem for fazer atividade física em casa estará longe dos cuidados dos professores das academias. “E para quem ainda não começou uma atividade, esta não é a melhor hora, pois a prática não será feita com a supervisão de um profissional da área”, recomendou a educadora física.

LEIA TAMBÉM: Decreto prevê fechamento de estabelecimentos comerciais em Santa Cruz do Sul

Aos alunos de academia que gostam de caminhada e não têm problemas de saúde pré-existentes, ou ainda não estão listados nos grupos de pacientes mais suscetíveis à doença, para os quais a contaminação com o coronavírus é considerada de maior risco, a caminhada ao ar livre é uma boa escolha.

“Sempre lembrando que esta atividade deve ser moderada. Quem escolher caminhar, procure andar sozinho ou respeitando a distância de segurança de outras pessoas. Não se compartilham toalhas nem garrafinhas de água”, alertou.

Conforme Nina, o importante é trabalhar o pensamento – manter o otimismo e ocupar a mente com leituras, séries de televisão e momentos de reflexão. “Manter a cabeça em ordem e ter uma boa higiene e os cuidados recomendados pelas autoridades de saúde vão ajudar a passar por esta fase. É preciso trabalhar a cabeça para não deixar tudo pior”, complementou a educadora física.

LEIA TAMBÉM
Coronavírus: acompanhe as últimas notícias sobre a Covid-19
Tire suas dúvidas sobre o coronavírus e saiba como se prevenir
Confira alterações nos serviços em Santa Cruz do Sul

Nina: importante trabalhar a cabeça