CORONAVÍRUS 22/03/2020 23h31

Número de casos confirmados em Lajeado chega a três

Rio Grande do Sul tem 85 infecções confirmadas

Exames feitos pelo Laboratório Central do Estado (Lacen) confirmaram 14 novos casos de coronavírus no Rio Grande do Sul neste domingo, 22. Com isso, o total chegou a 85 infecções confirmadas no Estado. Dos 14 casos novos deste domingo, dois são pacientes de Lajeado, município que já tinha um caso confirmado até o sábado. No total, são quatro confirmações no Vale do Taquari: três em Lajeado e uma em Estrela.

O primeiro paciente de Lajeado infectado com a Covid-19 é um homem de 57 anos, que está internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), do Hospital Bruno Born. Ele viajou em um cruzeiro marítimo pela costa brasileira, no início de março. Outras pessoas da região estavam no mesmo navio e são acompanhadas. A Prefeitura de Santa Cruz do Sul pediu neste domingo, 22, que moradores no município que participaram da mesma viagem entrem em contato com a vigilância epidemiológica, pelos telefones (51) 2109–9547 ou (51) 98444-9875.

LEIA MAIS: Região dos Vales registra primeiros casos de coronavírus

Em Venâncio Aires, mais três casos suspeitos foram notificados neste domingo, fazendo o total de situações analisadas subir para nove. Em Rio Pardo, o Hospital Regional divulgou nota em que informa que um paciente de 53 anos deu entrada na instituição na tarde deste domingo, com suspeita de contaminação por coronavírus. Ele tem diabetes e hipertensão, mas o quadro é considerado estável. Contando este, são dois casos suspeitos de Covid-19 em Rio Pardo.

 

NOTA OFICIAL O Hospital Regional do Vale do Rio Pardo informa que na tarde do dia 22 de março de 2020 deu entrada na…

Posted by Prefeitura de Rio Pardo on Sunday, March 22, 2020

LEIA MAIS: Prefeitura de Vera Cruz estabelece toque de recolher às 20 horas

Brasil confirma mais sete mortes por coronavírus; total chega a 25

Dados divulgados neste domingo, 22, pelo Ministério da Saúde mostram que o número de mortes em decorrência do novo coronavírus subiu de 18 para 25 entre o sábado e o domingo.

De acordo com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, a estimativa é que metade da população seja contaminada pelo novo coronavírus e que, desse total, mais da metade não apresente sintomas. Segundo Mandetta, cerca de 15% das pessoas que apresentarem os sintomas precisarão de internação hospitalar. Pelas projeções do ministro, seriam em torno de 15,5 milhões de internações.

Cloroquina

O ministro comentou sobre a utilização do medicamento cloroquina no tratamento do novo coronavírus. Mandetta disse que alguns pacientes já vêm sendo tratados com essa medicação, mas ainda não é possível dizer se a cloroquina teve papel decisivo na melhora dos pacientes. “Há indícios e continuam como indícios, são poucos os pacientes tratados e não sabemos se o medicamento foi decisivo ou não para o caso”, disse.

O ministro esclareceu ainda que o governo ainda não definiu o protocolo para o uso da medicação e que caso o produto se comprove eficaz o Brasil tem capacidade para produzi-lo e exportá-lo.

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS