Combate do coronavírus 23/03/2020 19h56 Atualizado às 21h25

Prefeitura de Santa Cruz determina paralisação da construção civil

Distribuidoras de bebidas e lojas de conveniência de postos de combustíveis também vão ter que suspender atividades

A prefeitura de Santa Cruz do Sul vai ampliar as medidas para evitar a propagação do coronavírus. As ações foram anunciadas no começo da noite desta segunda-feira, 23. Entre as novidades estão a suspensão da construção civil e dos canteiros de obras a partir de quarta-feira, 25, além do fechamento das lojas de conveniência dos postos de combustíveis e das distribuidoras de bebidas.

As propostas foram discutidas e aprovadas pelo Gabinete de Emergências. As alterações incluem novas modalidades de serviços e empresas que devem ficar fechados, como lojas de departamento, bares, oficinas mecânicas e lojas de material de construção.

A exceção vale para farmácias; clínicas de atendimento na área da saúde e veterinárias; mercados e supermercados, obedecida a limitação de ocupação e espaçamento e demais condições desse decreto; restaurantes, lancherias, food trucks, loja de produtos naturais todos somente sob a forma de delivery. As padarias podem seguir em operação desde que somente com atendimento no balcão, obedecida a limitação de ocupação, espaçamento e demais condições desse decreto.

Permanecem ainda autorizados a abrir os postos de combustíveis; agropecuárias e demais estabelecimentos de venda de produtos animais; bancos e instituições financeiras, lotéricas; feiras rurais; indústrias que produzem gêneros alimentícios; distribuidoras de medicamentos; transportadoras que transportam alimentos, insumos e medicamentos; praças de alimentação de Centros Comerciais e Shoppings com fornecimento de alimentos por delivery.

Também estão fora o decreto hotéis, pousadas, pensões e congêneres; fábricas de embalagens com fornecimento de bens e serviços para área dos serviços essenciais; lojas de conveniência dos postos de combustível localizadas em rodovias quando a rodovia não for municipalizada; oficinas mecânicas sob o regime de plantão; construção civil apenas junto aos serviços essenciais; e venda de materiais de construção necessários para o funcionamento e manutenção dos serviços essenciais.

De acordo com o decreto, restaurantes, padarias, lanchonetes deverão adotar as seguintes medidas: no caso de padarias, o atendimento será apenas junto ao balcão e deverá ser feito o uso de senha ou outro sistema que evite aglomerações. A lotação não poderá exceder a 50% (cinquenta por cento) da capacidade máxima prevista no alvará de funcionamento ou PPCI, sendo o atendimento pelos restaurantes, lancherias e food trucks exclusivamente por delivery.

No último sábado, 21, o Executivo já havia determinado o bloqueio dos parques públicos. Desde a última quinta-feira, 19, o prefeito Telmo Kirst assinou um decreto de calamidade pública. Ele estabelece, entre outras medidas, o fechamento do comércio – medida que começou a vigorar nesta segunda-feira, 23, e a suspensão das atividades da indústria, a partir da próxima quinta-feira, 26.

Confira o decreto com as novas medidas determinadas pela prefeitura de Santa Cruz:

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS