41 milímetros 11/05/2020 22h50 Atualizado às 23h53

Santa Cruz registra a maior chuva diária em 5 meses

Não chovia assim em 24 horas no município desde o dia 4 de dezembro de 2019

A instabilidade que atingiu o Vale do Rio Pardo vai amenizar parte dos danos com a estiagem e ajudar na recuperação de reservatórios. Nesta segunda-feira, 11, o acumulado na região central de Santa Cruz do Sul chegou a 41 milímetros. O dado é da Estação de Meteorologia da Gazeta Grupo de Comunicações. Não chovia assim em 24 horas na zona urbana desde o dia 4 de dezembro de 2019.

Na região do Bairro Country, uma estação particular chegou a marcar 45 milímetros nesta segunda-feira. A estação da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), localizada no Bairro Universitário, registrou 33 milímetros. Pelos dados preliminares, o município foi o que teve a maior quantidade de chuva neste começo de semana no Rio Grande do Sul.

LEIA TAMBÉM: Corsan diz que chuva de 30 milímetros já amenizaria situação do Lago Dourado

Em Venâncio Aires, estações particulares marcaram entre 16 e 23 milímetros, enquanto em Cachoeira do Sul foram 7 milímetros. Em Rio Pardo, a chuva chegou a 11 milímetros, de acordo com a estação do Instituto Nacional de Meteorologia. Em Candelária, segundo a estação do Centro Nacional de Monitoramento de Desastres Naturais (Cemaden), a precipitação acumulada nesta segunda-feira foi de 22 milímetros.

A Metsul Meteorologia alerta para mais instabilidade no Vale do Rio Pardo. Alguns prognósticos afirmam que o acumulado de chuva pode superar os 100 milímetros até quarta-feira, 13, na região.