Flexibilização 12/05/2020 17h44 Atualizado às 20h04

Clubes pedem volta dos esportes individuais

Representantes de cinco clubes de Santa Cruz sugerem retomada do golfe, tênis, padel, beach tênis e bolão, que não envolvem times

Os cinco clubes sociais com atividades esportivas de Santa Cruz do Sul querem a volta das modalidades praticadas individualmente. Golfe, tênis, padel, beach tênis e bolão, que não dependem de time e que mantêm distância entre os participantes, são esportes que poderiam ser retomados, segundo os clubes.

O presidente do Country Clube, de Santa Cruz do Sul, Nédio Cuppini, garantiu que o golfe, nos 64 hectares do clube, é um dos esportes que poderia voltar à atividade. No campo, as últimas tacadas dadas têm mais de 45 dias. “Neste período tivemos que manter o clube. É uma despesa realizada em meio à incerteza do retorno dos sócios”, disse.

LEIA MAIS: Gabinete de Emergência rejeita reabertura de clubes em Santa Cruz

O dirigente revela que os jogadores de golfe estão migrando para clubes de cidades vizinhas, nas quais a atividade está liberada. “Estamos falando de um local aberto, no qual o equipamento usado é individual e com todas as normas de segurança adotadas”, justificou.

Marco Jardim, presidente do União Corinthians, afirmou que as regras que têm balizado o funcionamento de lojas e estabelecimentos autorizados a funcionar podem garantir a segurança nos clubes. “AABB, Aliança, Country e Tênis Clube, assim como o União Corinthians, querem propiciar o bem-estar aos seus associados, com a volta das atividades esportivas individuais”, frisou Jardim.

LEIA MAIS: Clubes de Santa Cruz sugerem restrições para que voltem a funcionar

O presidente do União Corinthians foi quem participou da reunião virtual com o Gabinete de Emergências na última quarta-feira. De acordo com ele, a intenção das entidades é permitir a volta da atividade esportiva sem o retorno dos eventos sociais. Por meio da assessoria de imprensa da Prefeitura, o Gabinete de Emergências disse que não se manifestaria sobre o pedido das entidades.

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS