Santa Cruz 18/05/2020 06h39

Comércio pode funcionar por mais tempo a partir desta segunda-feira

Novo decreto de calamidade pública também autoriza funcionamento das praças de alimentação de shoppings centeres

A nova edição do decreto municipal de calamidade pública, assinada no fim da tarde de sábado, 16, pelo prefeito Telmo Kirst (PSD), libera o funcionamento das praças de alimentação de shoppings centeres, assim como amplia o horário das academias de ginástica. A medida também libera os clubes sociais e esportivos para o treinamento de atletas e amadores. Outra novidade é a permissão para o comércio operar até 18 horas.

O documento divulgado pelo Palacinho, com 41 páginas, permite a operação dos clubes, mas restritos à prática de esportes. As regras de funcionamento seguem as mesmas das academias de ginástica, como a obrigação do uso de máscara e a limitação de alunos e professores por espaço. Com a medida, academias que estão instaladas em clubes também poderão funcionar, seguindo as orientações das que já estão em atividade.

LEIA TAMBÉM: Em dois meses, Brasil teve mais de 16 mil mortes por Covid-19

Já as academias de ginástica seguirão com o atual formato de funcionamento e as restrições em vigor, porém com a possibilidade de atenderem alunos com hora marcada até as 22 horas. O decreto anterior previa o funcionamento das 6 horas às 19 horas.

O novo decreto permite a reabertura das praças de alimentação dos shoppings centeres. Nesses ambientes, os serviços de refeições devem ser servidos à mesa, da mesma forma dos restaurantes, devendo o espaço ser novamente isolado após o encerramento do horário permitido. Será necessário ainda manter isolados por todo o período, brinquedos, bancos, sofás, poltronas e demais áreas comuns de permanência fora das praças de alimentação. Antes da alteração, as empresas instaladas nas praças só podiam oferecer o serviço de telentrega.

LEIA TAMBÉM: Venâncio Aires registra a sexta morte por Covid-19

O novo decreto não libera o funcionamento de igrejas e templos religiosos em Santa Cruz do Sul. O Gabinete de Emergências não autorizou a presença de fiéis nos templos, que seguirão impedidos de realizarem cultos e celebrações físicas, pelo menos durante a próxima semana. As medidas desse decreto entram em vigor a partir hoje e valerão até o próximo domingo.

Já no Estado, a nova classificação de risco de contaminação com a Covid-19, divulgada pelo governo na tarde de sábado, ampliou a flexibilização do distanciamento controlado no Rio Grande do Sul. Até o próximo domingo, nenhum município estará na zona de risco alto – da bandeira vermelha. É o caso de Lajeado, que passa a ter as mesmas regras de distanciamento de Santa Cruz do Sul.

LEIA TAMBÉM: Segundo o Estado, não usar máscara é crime

Com 242 casos confirmados para a Covid-19, Lajeado e arredores seguiam com restrições ao comércio e à atividade industrial. A expectativa agora é que os prefeitos da região editem novas regras de funcionamento, voltando a liberar a atividade do comércio com a nova classificação de risco. Segundo o Estado, na região de Lajeado, o crescimento do número de casos semanais caiu de 20% para 17%, e a variação no número de internados por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) nos leitos de UTI também reduziu em 7%.

Na região de Uruguaiana, que subiu de amarela para laranja, o aumento no número de casos positivos foi determinante. A contaminação na região, que até a semana anterior era de três casos confirmados, saltou para sete na semana passada.

Colaborou a jornalista Rosibel Fagundes

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS


MAIS LIDAS