Santa Cruz 23/05/2020 09h08

Catedral reabre na segunda com limite de fiéis

Para terem acesso, os participantes deverão se inscrever previamente nas secretarias das paróquias. As igrejas serão abertas 15 minutos antes do início das celebrações

Com base nas orientações do último decreto municipal, assinado pelo prefeito Telmo Kirst na noite de quinta-feira, igrejas e templos religiosos foram autorizados a retomarem os cultos e missas presenciais, com restrições. Em reunião com os padres de Santa Cruz do Sul, o bispo dom Aloísio Dilli determinou a retomada das missas com uso de máscaras e limite de 30 fiéis por celebração, com inscrição prévia junto à secretaria da paróquia.

Em nota encaminhada nessa sexta-feira, 22, dom Aloísio destacou que as celebrações públicas serão retomadas a partir da próxima semana na Catedral São João Batista e nas igrejas matrizes de Santa Cruz. Na catedral, as missas voltam nesta segunda-feira, 25. As celebrações ocorrerão de segunda a sexta, sempre às 18h15; nos sábados, às 17 horas, e nos domingos, às 9 horas.

LEIA MAIS: Celebrações religiosas poderão ocorrer com participação de até 30 pessoas em Santa Cruz

Segundo o bispo, em nenhuma celebração serão admitidos mais que 30 fiéis, conforme o limite máximo estabelecido pelo decreto municipal. Para terem acesso, os participantes deverão se inscrever previamente nas secretarias das paróquias. As igrejas serão abertas 15 minutos antes do início das celebrações e fechadas logo depois do encerramento das missas. Na entrada do templo serão pedidos nome, idade e número do CPF. Também será oferecido álcool em gel 70%, para que os fiéis higienizem suas mãos. Ninguém poderá entrar na igreja sem máscara. Durante o dia, as portas seguirão fechadas.

LEIA MAIS: Prefeitura de Santa Cruz vai permitir a reabertura de igrejas

ACIMA DOS 60 ANOS, SÓ PELA WEB
Segundo o bispo, pessoas dos grupos de risco, como maiores de 60 anos, não deverão participar das celebrações. Para elas e outras que não puderem comparecer à igreja, serão feitas transmissões pelas redes sociais.

Dom Aloísio destaca que os fiéis devem continuar suas orações em casa, seguindo o pedido do Papa Francisco. “Podemos aproveitar o tempo para rezar os salmos da Bíblia, ler e rezar a partir dos textos sugeridos para a liturgia de cada dia, acompanhar as orações nas redes católicas de televisão ou em outros canais”, exemplificou. O bispo diocesano pede ainda que os católicos mantenham a caridade, doando alimentos para pessoas carentes, assim como máscaras ou recursos financeiros para o setor social das paróquias e da Diocese.

LEIA MAIS: Igrejas começam a se adaptar após a liberação

Paróquias devem seguir regras
Ao editar as regras para a reabertura das igrejas em Santa Cruz do Sul, dom Aloísio também liberou orientações às 51 paróquias dos 40 municípios que integram o governo episcopal dele na região. Recomenda que, em observância aos decretos de cada município, sejam retomadas as missas nas igrejas matrizes ou em outras de condições similares, observando-se todas as normas estaduais e orientações de cada município em relação ao número limitado de fiéis e outras recomendações decretadas.

Para que as celebrações ocorram será necessário ainda disponibilizar álcool em gel 70%, fazer a higienização constante de templos e manter o distanciamento entre os fiéis. Os grupos de risco, inclusive pessoas acima dos 60 anos, devem continuar acompanhando as celebrações pelo rádio ou redes sociais. “O ministro que vai distribuir a Eucaristia deve higienizar antes suas mãos com álcool em gel 70% e, para que a comunhão seja recebida pelos fiéis, a hóstia deve ser entregue na mão do participante”, complementa dom Aloísio.

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS