Loteamento 19/06/2020 17h20

Primeiras casas do Mãe de Deus serão entregues em agosto

Com 65% das obras concluídas no Mãe de Deus e no Santa Maria, previsão é de que ocupação definitiva ocorra até dezembro

O sonho de morar em uma casa própria e digna está mais próximo de se tornar realidade para 116 famílias de Santa Cruz do Sul. Em entrevista à Rádio Gazeta FM 107,9 na manhã dessa quinta-feira, 18, a secretária municipal de Habitação, Aretusa Scheibler, afirmou que em agosto deverão ser entregues as primeiras unidades no Loteamento Mãe de Deus, no Bairro Santuário.

A responsável pela pasta esclareceu que as obras, tanto no Loteamento Mãe de Deus quanto no Santa Maria I, no Bairro Dona Carlota, estão aproximadamente 65% concluídas. O atraso na entrega parcial das unidades, prevista para ocorrer em junho, ocorreu em função da pandemia do novo coronavírus. “Tivemos uma série de restrições, que foram desde a dificuldade para conciliar a agenda dos fornecedores até a paralisação das obras, em cumprimento ao decreto municipal. Além disso, a entrega de alguns materiais que vêm de fora do Estado também gerou atraso”, disse.

LEIA MAIS: Primeiras casas do Mãe de Deus devem ser entregues em junho

Conforme a secretária, as famílias contempladas com as moradias, em sua grande maioria, residem em áreas de situação de risco ou de preservação ambiental que foram degradadas. “Todas as famílias já foram selecionadas e a escolha por estas pessoas é por conta da situação do local em que elas vivem. Quem se inscreveu e mudou de endereço, automaticamente não tem mais direito de receber a nova moradia”, completou Aretusa.

As obras

As obras tiveram início em 2018 e são realizadas pela empresa ALM Engenharia, de Venâncio Aires. No Loteamento Santa Maria I, são 163 residências. Já no Loteamento Mãe de Deus, no Santuário, são 400. Cada residência tem uma área de 45,3 metros quadrados. O custo aproximado, por casa, é de R$ 64 mil, 100% financiados com recursos do Programa Pró-Moradia, do governo federal. No total, os dois complexos habitacionais na Zona Sul terão 563 unidades, construídas com R$ 47 milhões do governo federal.

A previsão é de que a entrega definitiva nos dois loteamentos aconteça em dezembro. “Não é somente a construção das casas, temos toda a infraestrutura, como redes de saneamento, instalação de água, energia elétrica e a construção de uma ponte no Santa Maria I, além de outros processos que fazem parte do projeto e que devem ser concluídos”, disse a secretária.

LEIA TAMBÉM: Prefeitura estima que cinco mil poderão passar fome em Santa Cruz