Enfrentamento à Covid-19 23/06/2020 14h34 Atualizado às 15h41

Grupo JBS fará doação milionária de materiais para a área da saúde de Santa Cruz

Carreta com itens como máscaras, luvas e álcool em gel chegará ao município na próxima quinta-feira. Valor é de R$ 1 milhão

Na próxima quinta-feira, 25, uma carreta de doações com máscaras, aventais, luvas, protetores e álcool em gel deverá desembarcar em Santa Cruz do Sul. A iniciativa do Grupo JBS, o maior acionista da Excelsior Alimentos, contempla hospitais com materiais de segurança para profissionais que atuam na linha de frente no enfrentamento à Covid-19.

O diretor executivo de Negócios da Excelsior Alimentos, Renato Jackisch, explicou que a ação faz parte do programa nacional “Fazer o Bem Faz Bem”, comandado pela JBS. Mesmo a unidade santa-cruzense sendo uma planta independente do grupo, ele solicitou à direção a participação do município na ação. “Foi estabelecida uma verba para a área da saúde, que chega a R$ 1 milhão, para compra dos mais variados produtos para os hospitais”, disse o diretor, em entrevista à Rádio Gazeta FM 107,9.

A Secretaria Municipal de Saúde fez a lista de produtos que seriam necessários para compra de equipamentos e proteção individual (EPIs), para contemplar os hospitais Santa Cruz, Ana Nery e Monte Alverne e a própria secretaria. “Para nós, é uma alegria dizer que nesta quinta-feira a carreta com as doações chegará a Santa Cruz, e nós vamos poder repassar esta doação”, salientou Jackisch.

LEIA TAMBÉM: Ações de empresa valorizam 555% em cerca de um ano em Santa Cruz

O rateio das doações foi feito pela Secretaria Municipal de Saúde. Apenas testes rápidos para detectar a Covid-19, que haviam sido solicitados pelo município à Excelsior, não foram contemplados. “É um valor bem expressivo, que nos deixa muito honrados de poder trazer para Santa Cruz, para benefício de toda a população”, referiu o diretor da Excelsior.

Ao todo, são 57 itens, que vão desde álcool em gel até máscaras, luvas, aventais e protetores para os pés, todos com especificações técnicas para o uso em ambiente hospitalar. “A área de suprimentos da JBS, de São Paulo, é que fez as aquisições. Acreditamos que durante um bom tempo o município não precisará adquirir estes produtos para os hospitais”, avaliou o diretor executivo de Negócios.

O horário de chegada das doações na quinta-feira, 25, ainda não está confirmado. O itinerário de parada será a Secretaria Municipal de Saúde, Hospital Santa Cruz, Ana Nery e Monte Alverne.

LEIA MAIS: Santa Cruz vai enfrentar a fome com solidariedade

“Um novo normal”

A Excelsior, que está em fase de ampliação da planta em Santa Cruz do Sul, em um investimento de R$ 40 milhões, também experimentou os efeitos nocivos da pandemia do novo coronavírus. “Estamos vivendo um novo normal. No período mais crítico, a obra precisou ser paralisada. Fora isso, modificamos o trabalho na fábrica para nos ajustarmos às normas de segurança”, destacou o diretor executivo de Negócios, Renato Jackisch.

A temperatura dos trabalhadores é medida na entrada da empresa; todos usam máscara e portam álcool em gel para higienização das mãos. “O refeitório foi adaptado, com divisórias nas mesas e com maior distanciamento em filas e em toda a produção”, informou. Além disso, trabalhadores dos grupos de risco seguem em casa, para evitar a contaminação. “Isso impactou na quantidade de produção, mas passará. Iremos concluir o investimento e continuar levando o nome de Santa Cruz do Sul para os mercados que atendemos.”

LEIA TAMBÉM: Auxílio emergencial de R$ 600 é usado por 14% dos santa-cruzenses

Jackisch mediou a doação dos materiais | Foto: Bruno Pedry

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS