SANTA CRUZ 26/06/2020 16h32 Atualizado às 23h21

Prefeitura reduz obrigações de supermercados e organizações religiosas

Dois trechos do decreto com medidas de combate à Covid-19 foram revogados, em benefício destes dois setores

CORREÇÃO: entre as 16h32 e as 19h05 da sexta-feira, 26, esta publicação afirmava, equivocadamente, que as novas regras só entrariam em vigor quando a bandeira atribuída à região, no modelo de distanciamento controlado, fosse amarela. O texto abaixo já foi corrigido.

A Prefeitura de Santa Cruz do Sul revogou dois trechos do decreto que estabelece medidas de controle e prevenção da pandemia de Covid-19 no município. A medida reduz obrigações de supermercados e organizações religiosas.

LEIA MAIS: Lives e apresentação em restaurantes: novo decreto altera regras para músicos em Santa Cruz

Supermercados e hipermercados não precisarão mais controlar o ingresso das pessoas dentro dos estabelecimentos. Antes, o acesso era restrito a apenas uma pessoa por família. Também foram flexibilizadas as regras para organizações religiosas, que não precisarão mais registrar informações sobre os fiéis ou participantes das celebrações, como nome, CPF, telefone e idade.

Recentemente, a partir de solicitações de entidades representativas do setor, a Prefeitura já havia retirado das lojas, do comércio, a obrigação de manter um registro, com dados de todos os clientes atendidos.

ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS