Santa Cruz 27/06/2020 08h37

Farmácia Central está com falta de medicamentos

Manutenção do estoque depende de fornecedores e transportadores, e sofreu os impactos da pandemia

A pandemia do novo coronavírus causa transtornos para santa-cruzenses que precisam de remédios de uso contínuo. Alguns medicamentos estão em falta na Farmácia Central. O local, que reúne a Farmácia do Município e a Farmácia do Estado, fica junto à Secretaria Municipal de Saúde (Sesa), na Rua Ernesto Alves, 1.017.

As faltas ocorrem porque o estoque das farmácias depende das transportadoras e dos fornecedores, conforme explica a farmacêutica e coordenadora da Farmácia Central do Município, Danieli Ceni Soares. A situação da pandemia também influencia, já que os fabricantes dependem de matérias-primas que vêm da China. “É importante ressaltar que a falta de medicamentos sempre é decorrente da falta de entrega, não de compra. Nós compramos, mas a entrega atrasa algumas vezes”, salienta.

LEIA TAMBÉM: Saiba como é o tratamento de pacientes com Covid-19 em Santa Cruz

De acordo com informações da 13ª Coordenadoria Regional de Saúde, as compras de medicamentos são feitas em Porto Alegre e o estoque está em nível central. “Temos algumas licitações em andamento, mas não pelo fato da pandemia. Muitas vezes, é atraso na entrega pelas empresas”, observa a coordenadora da 13ª CRS, Mariluci Reis. O município apenas fornece o local e os funcionários para atendimento, mas os medicamentos são de gestão do Estado.

As listas das medicações disponíveis na Farmácia do Município e das que estão em falta são publicadas semanalmente no site da Prefeitura de Santa Cruz do Sul, no link santacruz.rs.gov.br/conteudo/lista-de-medicamentos. Na lista atualizada nessa segunda-feira, 22, os únicos remédios em falta eram Budesonida e Captopril 25 miligramas. Já a Farmácia do Estado divulga a lista de medicamentos em falta pelo link santacruz.rs.gov.br/conteudo/lista-demedicamentos-do-estado. Na relação atualizada, 32 medicamentos estavam em falta, incluindo Calcitriol, Dimetila, Oxibutinina e Sertralina.

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS