Coronavírus 02/07/2020 06h52

Isolamento social recua e casos aumentam em Santa Cruz do Sul

O município começou o mês de junho com 90 pessoas com a Covid-19 e terminou com 160, um aumento de 84%

Não é preciso mais do que alguns minutos no Centro de Santa Cruz do Sul para perceber o grande fluxo de carros e de pessoas nas ruas, calçadas e interior das lojas. Nos fins de semana, chama a atenção a movimentação nas praças e parques – muitos aproveitam os dias de folga para levar filhos e animais de estimação para passear; tomar chimarrão e praticar atividades físicas ao ar livre, contrariando as orientações das autoridades de saúde para que se mantenha o isolamento domiciliar.

Especialistas garantem que a redução do isolamento e as aglomerações têm impacto direto na disseminação do novo coronavírus. Em Santa Cruz do Sul, isso tem se confirmado na prática; o município começou o mês de junho com 90 casos confirmados e terminou com 160, um aumento de 84%. Números da Prefeitura mostram, ainda, que as denúncias de funcionamento irregular de locais e de aglomerações proibidas vêm aumentando. Somente no último fim de semana foram 31, que resultaram na fiscalização de 257 estabelecimentos.

LEIA MAIS: Santa Cruz tem 171 casos confirmados de Covid-19

Ao analisar a situação, o secretário municipal de Saúde, Giovani Alles, informou que felizmente, de todos os novos casos, poucos necessitaram de internação e a maioria já está recuperada. Mas apesar de Santa Cruz do Sul apresentar uma situação menos grave em relação a outros municípios, não é hora de a população relaxar nas medidas de prevenção. “Se o número de internações aumentar significativamente, vamos comprometer nossa rede hospitalar e mudaremos para uma bandeira mais restritiva”, alertou. Alles disse, ainda, que a comunidade precisa entender seu papel na prevenção da Covid-19.

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS


MAIS LIDAS