Pandemia 30/07/2020 21h43

Empresários de transporte de Candelária pedem apoio de vereadores

Desde março, quando as aulas foram interrompidas, empresas estão com o faturamento zerado

A pandemia de Covid-19 afetou economicamente diversos setores, dentre os quais as empresas de transportes de Candelária. Desde o dia 19 de março, quando houve a interrupção das aulas da rede municipal e estadual, os empresários de transporte escolar e turismo estão com faturamento zerado.

Sem receber nenhum tipo de auxílio do governo, o segmento enviou um documento com pedido de socorro à Câmara de Vereadores. Alguns representantes da categoria estiveram na sede da Câmara segunda-feira, 27, para entregar o documento, que traz as assinaturas de 11 empresários.

LEIA TAMBÉM: Câmara aprova nova lei do transporte escolar em Santa Cruz


No ofício, os proprietários pedem auxílio dos vereadores, juntamente com seus deputados federais, para pressionarem os governos municipal, estadual e federal a oferecer ajuda. Conforme um dos representantes da categoria, Fernando Menezes, as empresas passam por um momento crítico, sem faturamento nem previsão para retorno das atividades. Porém, mesmo com as atividades suspensas, continuam com suas obrigações trabalhistas e fiscais.

A sugestão feita no documento entregue é de que os parlamentares pleiteiem junto ao governo estadual um auxílio de R$ 5 mil mensais destinado a cada empresa, durante o período de três meses. Os vereadores assinaram uma carta de apoio e se colocaram à disposição para auxiliar os empresários do setor.

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS