INDÚSTRIA DO TABACO 31/07/2020 16h07

Fentifumo e sindicatos dão início à negociação salarial

Reunião na próxima segunda-feira vai discutir como serão as assembleias com os trabalhadores

A Federação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias do Fumo e Afins (Fentifumo) dá início, na próxima segunda-feira, 3, à discussão junto aos sindicatos filiados para a realização das convenções coletivas que englobam os 40 mil trabalhadores da indústria fumageira no Brasil. A teleconferência ocorre a partir das 14 horas e deverá prever como se darão as assembleias com trabalhadores nos quatro estados onde estão localizados os sindicatos.

O presidente da Fentifumo, Gualter Baptista Júnior, informa que geralmente cada sindicato faz duas assembleias, a primeira delas com a pauta, onde é definida a proposta de benefícios e reajustes salariais. “A segunda é realizada para a votação da proposta. Vamos discutir, junto aos nossos sindicatos filiados, como se darão estas assembleias, uma vez que serão encontros em quatro estados e em cidades diferentes”, diz. O presidente se refere às restrições de distanciamento social, que são diferentes de um Estado para o outro.

LEIA TAMBÉM: Indústria ajuda a frear queda na empregabilidade

Outro ponto que será discutido no encontro diz respeito ao formato das reuniões, que devem ocorrer com as empresas negociadoras em cada uma das regiões. “Estas reuniões geralmente são presenciais, por se tratar de um momento sensível, no qual são expostos os anseios dos trabalhadores”, confirma Baptista. Segundo ele, encontros como estes feitos por videoconferência podem se tornar mais difíceis; por isso, a forma e a realização precisam ser acertadas com as empresas.

A primeira data-base da categoria é em setembro, em Uberlândia, Minas Gerais. “No caso de Minas, estas reuniões e assembleias devem ocorrer ainda em agosto. Na sequência vêm os encontros preparatórios para as datas-bases de novembro, que envolvem as empresas JTI e Souza Cruz”, destaca. As demais fumageiras têm o limite de negociação em dezembro. “A Fentifumo está se articulando com seus sindicatos para garantir a realização destes processos, que são fundamentais e precisam ser cumpridos.”

LEIA TAMBÉM: Exportações de tabaco podem ter queda de 6%


Encontro terá participação de cinco entidades

Participarão do encontro de segunda-feira as representações do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Fumo de Uberlân-dia (Sintraf), Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Fumo e Alimentação de Santa Cruz do Sul (Stifa), Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Fumo do Alto Vale do Itajaí (Sintifavi), Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Fumo da Região Sul de Santa Catarina (Sitifursc), ambos de Santa Catarina, e o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Fumo de Rio Negro (Sitifumo), do Paraná.

“Queremos que não haja atrasos no processo de negociação coletiva neste ano, pois a primeira data-base é setembro. Temos que garantir a segurança destes processos”, ressalta o presidente Gualter Baptista Júnior.

LEIA TAMBÉM: Auxílio emergencial elevou em 24% renda pré-pandemia, mostra pesquisa