BRASILEIRÃO 10/09/2020 18h51 Atualizado às 21h48

Galhardo marca duas vezes e Inter segue na liderança do Brasileirão

Colorado fez 2 a 0 no Ceará no Beira Rio com dois gols do atacante, que assumiu a artilharia isolada do campeonato

Internacional e Ceará entraram em campo na noite desta quinta-feira, 10, em Porto Alegre, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro de Futebol. Para o Inter, uma possibilidade de voltar a vencer após dois empates consecutivos. Já o Ceará tinha o objetivo de voltar a vencer após a derrota para o Santos na rodada anterior, e seguir perseguindo o G-4.

Após fazer uma primeira etapa ruim, com muita dificuldades na transição, o atacante Thiago Galhardo marcou duas vezes e deixou o colorado ainda mais líder do Brasileirão, assumindo também a artilharia isolada do campeonato.

PRIMEIRO TEMPO

O futebol que levou o colorado à liderança do Brasileirão não apareceu na primeira etapa. Sem transição, a equipe atacava em ligação direta dos zagueiros para os atacantes. Quando arriscava pelo meio, os erros de passes comprometiam o jogo do Internacional.

As melhores chances da equipe da casa saíram em jogadas pelas laterais. Aos quatro minutos, Saravia arriscava o primeiro chute, após desvio de Fernando Prass em cobrança de escanteio. O chute saiu por cima, sem grande perigo para a defesa do Ceará.

Aos nove minutos, o primeiro susto do Inter no Beira-Rio. Em um lance bizarro, Moisés erra o passe na entrada da área e dá um presente para o ataque do Ceará. O atacante Cléber chutou de dentro da área, mas, para a sorte do Inter, a bola desviou na defesa e Victor Cuesta conseguiu salvar em cima da linha a bola que ia entrando.

Aos 11 minutos, o atacante João Peglow se lesionou e precisou ser retirado de maca. O técnico Eduardo Coudet mandou Sarrafiore à campo.

Mesmo jogando fora de casa, o Ceará se sentia à vontade em Porto Alegre. Com velocidade, a equipe alvinegra tinha mais posse de bola e criava mais jogadas de perigo, principalmente pelo lado esquerdo de ataque.

Aos 19 minutos, mais um passe errado da defesa colorada criou mais uma boa chance para os visitantes. Victor Cuesta tentou inverter uma bola na entrada da área e Charles roubou. Na sequencia do lance, Cléber perdeu o gol.

O Inter só acordou na reta final da primeira etapa. Aos 36, Sarrafiore lançou Nonato na grande área. O volante tinha espaço, mas se atrapalhou ao tentar o chute, que saiu sem força e para fora.

Aos 43 minutos, em uma boa jogada de Edenílson pelo lado direito, o meiocampista do colorado foi à linha de fundo e cruzou por baixo, na pequena área. Thiago Galhardo esticou a perna e conseguiu alcançar a bola e colocá-la para o fundo do gol de Fernando Prass. O Inter teve mais sorte do que méritos no primeiro tempo.

SEGUNDO TEMPO

A bronca no vestiário colorado deve ter sido muito forte. O Internacional voltou com o mesmo time, mas com uma atitude completamente diferente no segundo tempo. O time jogava com mais velocidade e começava a levar vantagem sobre os marcadores no meio de campo.

Ao contrário da etapa inicial, o Inter criava chances: aos três minutos Thiago Galhardo recebeu pelo alto, na entrada da área, e cabeceou pra trás. A bola saiu perigosa para a defesa de Fernando Prass. Aos cinco, o Ceará reagiu com um chute rasteiro de Vina, de longe, que passou perto da trave de Marcelo Lomba.

O time da casa ensaiava uma pressão pra cima do Ceará. Antes dos dez minutos do segundo tempo, Edenílson e Boschilia já tinham desferidos chutes perigosos contra o gol adversário, mas o goleiro do Ceará estava em uma grande noite.

O “Vozão” do Ceará tentava marcar nas raras chances de contra-ataques. Aos 23, Mateus Gonçalves recebia lançamento na cara de lomba, e Zé Gabriel foi preciso para tocar a bola para a linha de fundo e evitar o empate. No lance seguinte, o Inter respondeu com Boschilia. Após jogada de Edenílson, Boschilia recebeu pelo meio e arriscou o chute. Fernando Prass defendeu com o peito, botando a bola pra escanteio.

Aos 30 do segundo tempo, o Inter pressionava a saída da defesa do Ceará e a marcação alta mostrou sua eficiência: o zagueiro Gabriel Lacerda recebeu passe apertado de Fernando Prass, Boschilia foi mais rápido que o marcador e deu um toque na bola, que acabou com Thiago Galhardo, que, na cara do goleiro, tocou pro fundo das redes do Ceará, fazendo seu segundo gol na partida e o oitavo no Brasileirão. Galhardo é goleador do campeonato com oito gols, dois a mais que o vice-artilheiro, Marinho, do Santos, que soma seis.

Com as trocas que fez no segundo tempo, colocando D’Alessandro, Patrick, Moledo e Abel Hernandez, o Inter conseguiu manter o placar favorável até o final da partida sem maiores dificuldades.

Com a vitória, a sexta no Brasileirão, o time de Eduardo Coudet chegou a 20 pontos e permanece na liderança da competição, com três pontos a mais que o vice-líder, Flamengo. Na próxima rodada, o Inter joga fora de casa contra o Goiás, no domingo, 13 de setembro, 18 horas.

Já o Ceará termina a rodada na 12ª posição com 10 pontos, e na próxima rodada recebe o Flamengo no Castelão, também no domingo, 18 horas.


CAMPEONATO RASILEIRO
9ª RODADA
INTERNACIONAL X CEARÁ


Data e horário: Quinta-feira, 10 de setembro, 19h
Local: Gigante da Beira-Rio, Porto Alegre
Arbitragem: Rodrigo Ferreira (SC), com Helton Nunes e Jhonny Barros
VAR: Rodrigo do Amaral
Cartões amarelos:  Alyson, William Oliveira (Ceará)
Gols
INTER: Thiago Galhardo, aos 43min/1ºT, e aos 30min/2ºT

INTERNACIONAL
Marcelo Lomba; Saravia, Zé Gabriel, Victor Cuesta, Moisés; Jhonny, Edenílson, Nonato (Patrick), Boschilia (Moledo); Peglow (Sarrafiore, depois Abel Hernandez) e Thiago Galhardo
Técnico: Eduardo Coudet

CEARÁ
Fernando Prass; Eduardo, Tiago Pagnussat, Gabriel Lacerda, Alyson; William Oliveira (Lima), Charles, Vina (Rick), Fernando Sobral; Mateus Gonçalves (Felipe) e Cléber (Rafael Sóbis);
Técnico: Guto Ferreira