Santa Cruz 17/10/2020 18h01 Atualizado às 18h48

Mais de 900 crianças são vacinadas contra a poliomielite

Postos de Saúde ficaram abertos neste sábado em campanha nacional contra doença responsável por paralisia infantil

Santa Cruz do Sul aderiu ao chamado Dia D, campanha nacional de vacinação contra a poliomielite. Entre as 8 e 14 horas deste sábado, 17, em 27 unidades de saúde do município, 941 crianças de 1 a 4 anos foram imunizadas – 218 crianças de 1 ano, 229 de 2 anos, 252 de 3 anos e 242 de 4 anos. A ação em todo o País começou no dia 5 de outubro. Desde a data, 850 crianças haviam sido vacinadas na cidade.

Somadas as de sábado, a adesão chega a 1.791 crianças do município vacinadas. Embora tenha considerado a atividade positiva, diante do expressivo número de crianças vacinadas em um único dia, o coordenador do setor de Imunizações da Secretaria Municipal de Saúde, enfermeiro Roger Rodrigues Peres, explica que o número segue um pouco abaixo do esperado, diante da população-alvo da campanha contra a pólio, que é formada por 5.531 crianças em Santa Cruz.

“É importante esses dias de vacinação, pois é uma oportunidade para aqueles que trabalham durante a semana de levarem seus filhos para realizarem esta dose. No entanto, a gente vê que os números ainda estão aquém do que a gente gostaria, então vamos seguir realizando esse reforço e chamando as pessoas para levarem as crianças aos postos”, comentou. Ele lembrou que o prazo final dado pelo Ministério da Saúde para realização desta vacina é até o próximo dia 30.

Roger explicou que a vacina oral contra a pólio (VOP) é um reforço para diminuir o risco de importação do vírus, já que há surtos no exterior, em países como Iraque e Afeganistão. “A vacina contra a pólio está dentro do calendário normal de vacinação, entretanto esta dose extra em específico é um reforço importante que vem sendo disponibilizada até o dia 30, por isso frisamos a necessidade de que as pessoas que não puderam comparecer não percam essa oportunidade”, complementou. Todas as crianças menores de 5 anos devem ser vacinadas.

LEIA MAIS: Postos de Santa Cruz abrem neste sábado para vacinação contra a pólio

O que é a poliomielite?
A poliomielite, também chamada de pólio ou paralisia infantil, é uma doença contagiosa aguda causada pelo poliovírus, que pode infectar crianças e adultos por meio do contato direto com fezes ou com secreções eliminadas pela boca das pessoas doentes. Nos casos graves, em que acontecem as paralisias musculares, os membros inferiores são os mais atingidos. A vacinação é a única forma de prevenção, por isso, todas as crianças menores de 5 anos devem ser vacinadas. No Brasil, o último caso de infecção pelo poliovírus selvagem ocorreu em 1989, na cidade de Souza/PB.

LEIA MAIS: Campanha de vacinação contra a poliomielite começa nesta segunda

Quais são os sintomas da poliomielite?
Os sinais e sintomas da poliomielite variam conforme as formas clínicas, desde ausência de sintomas até manifestações neurológicas mais graves. A poliomielite pode causar paralisia e até mesmo a morte, mas a maioria das pessoas infectadas não fica doente e não manifesta sintomas, deixando a doença passar despercebida.

Os sintomas mais frequentes são:
– Febre;
– Mal-estar;
– Dor de cabeça;
– Dor de garganta e no corpo;
– Vômitos;
– Diarreia;
– Constipação (prisão de ventre);
– Espasmos;
– Rigidez na nuca;
– Meningite.

LEIA TAMBÉM: Cobertura vacinal na pandemia está abaixo de 60%