No Legislativo 18/10/2020 14h00 Atualizado às 22h10

Reunião especial vai discutir contrato da Corsan com a Prefeitura

Intenção é cobrar a estatal quanto aos problemas de falta d’água e atrasos em obras

A Câmara de Vereadores de Santa Cruz realiza uma reunião especial na tarde desta segunda-feira, 19. A partir das 16h30, o Legislativo vai debater o contrato assinado pela Corsan com a Prefeitura. A intenção é avaliar se todas as cláusulas são cumpridas pela estatal.

Em julho de 2014, o município renovou com a Companhia Riograndense de Saneamento através de um acordo com duração de 40 anos. Ao longo do período, a Corsan prometeu investir R$ 395 milhões para reforçar o sistema de distribuição de água além de ampliar o serviço de coleta e tratamento de esgoto. No entanto, ainda existem reclamações sobre a atuação da companhia.

LEIA MAIS: Corsan tem 15 dias para explicar falhas no 0800 e evitar nova multa

Entre os problemas mais recorrentes estão situações de falta de água por causa de rompimentos de rede. A Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados em Santa Cruz já cobrou a estatal em diversas oportunidades. A última envolve o atendimento através do telefone 0800. Muitos consumidores reclamam que não conseguem auxílio através do sistema.

Para buscar uma solução e pedir esclarecimentos para a Corsan, os vereadores Hildo Ney Caspary, Francisco Carlos Smidt e Alberto Heck pediram uma reunião especial na Câmara. Além da Corsan, também foram convidados a Agência Reguladora dos Serviços Públicos e Delegados (Agerst), o Ministério Público e a Procuradoria-Geral do Município. Por causa das restrições em função do período eleitoral, o encontro não tem transmissão ao vivo.

LEIA MAIS: A partir de outubro, água fica mais cara em Santa Cruz do Sul