SAÚDE 20/11/2020 22h08 Atualizado às 13h43

Cobertura contra poliomielite ainda é baixa no Vale do Rio Pardo

Unidades de saúde abrirão neste sábado para o “Dia D” de vacinação

A campanha de vacinação contra a poliomielite segue até este sábado, 21, em todo o Rio Grande do Sul. Na mesma data, será realizado o segundo “Dia D” de mobilização, quando as unidades de saúde abrirão exclusivamente para facilitar o acesso dos pais ou responsáveis à imunização de seus filhos. Apesar da prorrogação do prazo da campanha, que encerraria no dia de 30 de outubro, a baixa cobertura vacinal reacende o sinal de alerta.

Até a tarde dessa quinta-feira, 19, a 13ª Coordenadoria Regional de Saúde (13ª CRS) havia imunizado 11.211 das 14.971 crianças com idades entre 1 ano e 5 anos incompletos, o que representa 75% da meta estipulada, que é de 95% do público-alvo.

Dos 13 municípios de abrangência, apenas dois atingiram o percentual – Vera Cruz (97,07%) e Mato Leitão (105,09%). Candelária se mantém como um dos municípios com menor percentual (53,85%). Em paralelo à imunização contra a pólio ocorre a campanha de multivacinação, que tem o objetivo de atualizar a caderneta de crianças e adolescentes até 15 anos.

LEIA MAIS: Estado terá novo Dia D de vacinação contra a pólio


Em Santa Cruz do Sul, das 5.531 crianças que devem se imunizar, 4.553 já receberam a dose, o que representa 82,81%. Contudo, o número ainda segue abaixo do esperado, como explica o coordenador do setor de Imunizações da Secretaria Municipal de Saúde, enfermeiro Roger Rodrigues Peres. Para ele, a pouca adesão está relacionada a diversos fatores. “Não sabemos os motivos. Pode ser o medo de contrair coronavírus ou a falta de acesso. No entanto, fazemos um chamamento aos pais para protegerem seu filhos, porque esta dose é um reforço para diminuir o risco de importação do vírus, já que há surtos no exterior, em países como Iraque e Afeganistão”, destaca. Ele alerta que a apresentação da caderneta de vacinação e do cartão SUS é imprescindível.

De acordo com Peres, praticamente todas as unidades de saúde estarão abertas neste sábado. Apenas no Serviço Integrado de Saúde (SIS) da Unisc e na ESF Linha Monte Alverne não haverá atendimento. As demais unidades funcionarão entre 8 e 12 horas. Após a extinção da sala de vacinação no novo prédio do Centro Materno Infantil (Cemai), a aplicação acontece no Ambulatório Central, localizado Rua Ernesto Alves, ao lado do INSS.

LEIA TAMBÉM: 55% das crianças levadas aos postos de saúde tinham vacinas em atraso