CAUSA ANIMAL 22/11/2020 15h06

Abrigo São Francisco tem feira de adoção neste domingo

Evento em espaço na área central é mais uma das iniciativas para doar os 250 animais da instituição, que vai encerrar as atividades

Parte das iniciativas para do-ar os 250 animais do Abrigo São Francisco de Assis, localizado em Linha João Alves, no interior de Santa Cruz do Sul, a segunda feira de adoção é realizada neste domingo, 22. A ação, diferente da anterior, realizada na sede no início do mês, desta vez acontece na área central e com poucos animais. Seis cães estarão à disposição até as 17h30, em uma residência na Rua Venâncio Aires, 1.216. O espaço foi cedido por
uma voluntária. A responsável pelo abrigo, Fátima Garcia, comenta que os cães estão castrados e desverminados.

“Vamos levar os animais mais ativos, com idades entre 8 meses e 2 anos, higienizados, castrados e que receberam vermífugo,” conta. Ela esclarece que o processo será por meio de adoção responsável. “Para nós não importa o local em que o adotante mora, desde que tenha pátio fechado para evitar fugas e se responsabilize por manter a aplicação das vacinas e outros cuidados que o animal venha a precisar, como consulta veterinária e e medicamentos.”

Conforme Fátima, um mês após o início do processo de encerramento das atividades, que tem prazo de três anos, dez dos 260 animais já foram doados. Segundo ela, se a média de doações por mês se mantiver, é bem provável que as atividades sejam encerradas antes do prazo estipulado. “Tivemos algumas visitas ao abrigo nos últimos dias, de pessoas que não
conheciam nosso trabalho e que acabaram doando rações, além de outras que queriam adotar. Mas como a maioria quer animais pequenos ou mais novos, diferente do perfil dos cães que temos aqui, muitas acabaram desistindo”, esclarece.

LEIA MAIS: Abrigo São Francisco de Assis anuncia que encerrará atividades

No entanto, mesmo com algumas adversidades, a mobilização para doação dos animais se intensificou. Além da campanha lançada nas redes sociais, outra forma de apresentar os animais para as pessoas que irão adotá-los será a realização de feiras semanais. Todas as quintas-feiras, a partir do próximo dia 26, ações serão realizadas em um espaço junto a uma agropecuária, localizada na Rua Senador Pinheiro Machado, 931, no Centro. No local, também estará disponível uma pequena quantidade de animais, com idades a partir dos 3 anos. Informações sobre as feiras e a visitação ao abrigo devem ser buscadas pelo telefone (51) 9 9958 6465.

Fátima esclarece que mesmo após a divulgação de que o abrigo não realiza mais o resgate nem o recolhimento de animais de rua, o abandono de cães
nas proximidades da sede continua. “No último dia 10, deixaram três filhotes debilitados que foram recolhidos pelo Canil Municipal. Dias depois, outro animal doente foi abandonado e coloquei para dentro do portão. Estamos em processo de fechamento e pedimos a colaboração de todos, pois já fizemos a nossa parte acolhendo estes animais nos últimos 20 anos. Agora não temos mais condições de acolher mais nenhum. Se aparecer, vou acionar a Secretaria de Meio Ambiente para resgatar”, diz Fátima.

LEIA TAMBÉM: Pandemia prejudica ações da causa animal; saiba como ajudar