Atenção 23/02/2021 10h04

Com esgotamento da capacidade, hospitais alteram atendimentos

Últimos dias foram de aumento da demanda por causa do coronavírus

Com os leitos para pacientes com Covid-19 ocupados, o Hospital Santa Cruz (HSC) suspendeu as cirurgias eletivas até 31 de março. A casa de saúde alerta que fará um acompanhamento e que, a cada sete dias, terá um novo panorama sobre o assunto.

O HSC também vai reduzir à metade os atendimentos da unidade ambulatorial acadêmica, realizados pelos estudantes com supervisão dos professores do Curso de Medicina da Unisc. Permanecem como prioridades o atendimento a gestantes, o pós-operatório e os atendimentos nas especialidades de oncologia, cardiologia e neurologia, contemplando toda a linha de cuidado. As visitas a pacientes internados no Hospital Santa Cruz já estão proibidas desde março do ano passado, quando teve início a pandemia de Covid-19.

LEIA MAIS: Hospital Santa Cruz decide suspender as cirurgias eletivas

Quem também passou a proibir visitas a pacientes é o Hospital São Sebastião Mártir, em Venâncio Aires. A decisão ocorre em função do aumento da demanda por atendimentos e pelo risco de disseminação do coronavírus. A medida vale por tempo indeterminado. O município já tem 45 mortes de moradores por Covid-19 desde o início da pandemia.

As exceções são as visitas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), que serão mantidas para um familiar por dia e em horários escalonados, divulgados no momento da internação. Também ficam preservados os direitos dos pacientes que se enquadram nas exigências legais de acompanhamento.

LEIA MAIS: 
Hospital São Sebastião Mártir suspende visitas
Hospital São Sebastião Mártir restringe Pronto Atendimento

Quem também mantém as visitas suspensas é o Hospital Ana Nery, em Santa Cruz do Sul, onde igualmente há lotação máxima na área clínica e na UTI Covid. Por meio de nota, a direção revelou que espera que não haja aumento no número de casos como reflexo do feriadão de Carnaval, pois não há como fugir da capacidade instalada na casa de saúde, sobretudo no que diz respeito às equipes médica e assistencial.

LEIA MAIS: Hospital Ana Nery chega a 100% de ocupação nos leitos de Covid-19

No momento, o quadro profissional e os equipamentos, como respiradores, por exemplo, são condizentes com o volume de atendimentos do Ana Nery. O hospital salienta ainda que os procedimentos oncológicos, devido à necessidade de serem realizados com brevidade, continuam sendo executados.

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS