Alerta 25/02/2021 09h33 Atualizado às 16h38

Região dos Vales é a que tem a maior demanda por leitos de UTI e respiradores no Estado

A taxa de ocupação das UTIs nos hospitais está em 101,4% enquanto uso de respiradores está em 75%

Na manhã desta quinta-feira, 25, a Região dos Vales, composta por Santa Cruz do Sul, Lajeado e Cachoeira do Sul, apresenta a pior situação no Estado em números de internações em UTIs por Covid-19. A taxa de ocupação está em 101,4%. Os números estão disponíveis no banco de dados do Governo do Rio Grande do Sul.

LEIA MAIS: Com esgotamento da capacidade, hospitais alteram atendimentos

Em sete dias, entre 17 e 24 de fevereiro, os casos confirmados nas três regiões que são compostas por 62 municípios ao todo, aumentaram em 50%, passando de 54 para 81. Os leitos livres, que eram 34, passaram a não estarem disponíveis, com uma classificação de -2, ou seja, dois pacientes com Covid-19 estão no aguardo de leitos de UTI para internação na região.

LEIA MAIS: Aumento de internações deixa hospitais da região no limite da capacidade de atendimento

Tabela mostra ocupação de leitos de UTI no RS

Demanda por respiradores cresce
Com relação a taxa de respiradores nas UTIs nos hospitais de Santa Cruz do Sul, a taxa de uso é de 75%. Essa é a maior demanda desde o início da pandemia. Dos 37 equipamentos, 28 estão ocupados.

LEIA MAIS: Novos leitos de UTI Covid entram em operação nesta quinta

Vale do Rio Pardo tem a maior demanda por respiradores em todo o Estado

Ampliação de leitos
Em Santa Cruz, por causa da lotação na área de atendimento aos pacientes infectados pelo coronavírus, a direção do Hospital Ana Nery decidiu dobrar o número de leitos da UTI para tratamento da Covid-19. Além de abrir cinco novos leitos, a casa de saúde avalia, caso a caso, as cirurgias na área da oncologia, de forma a manter aquelas que têm maior gravidade.

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS