Marcos Rivelino 30/01/2019 23h57 Atualizado às 10h19

Sem ambição, sem vitória

O empate em casa frustrou os torcedores que foram aos Eucaliptos

O empate em casa frustrou os torcedores que foram aos Eucaliptos. O Aimoré foi melhor e esteve mais próximo da vitória durante todo o jogo. O Avenida, com medo de perder, se afasta da vontade de ganhar. O time está amarrado e sem força ofensiva. Em algum momento, não restará outra alternativa a não ser uma mudança de pensamento e postura de jogadores, comissão técnica e dirigentes. Não basta só acreditar no potencial da equipe se as vitórias não acontecem. O Avenida precisa se desamarrar, se soltar, o que não significa fazer loucuras. Vencer o Pelotas, ao contrário do que pensa o técnico Fabiano Daitx, é fundamental para o restante do campeonato.

Empate e decepção
A segunda partida com os titulares era a esperança de uma vitória, para tirar o Internacional de um momento de desconforto neste início de temporada. Mas o empate,  apesar da vantagem numérica de jogadores em campo após a expulsão do volante Kaio, do Veranópolis, deixa o Colorado atrasado na tabela de classificação do Gauchão. Buscar o equilíbrio é a lição de casa que o Inter precisa alcançar o mais rápido possível, já que tem Libertadores da América pela frente. A defesa colorada tem demonstrado insegurança,  a dinâmica da equipe a partir do meio-campo não ajuda a produção ofensiva. Os titulares do Inter ainda não conseguiram vencer em 2019.

Liderança em jogo
Se vencer o São Luiz hoje à noite, o Grêmio se mantém na liderança do Gauchão. Talvez com uma equipe mista, o Tricolor tem grandes chances de alcançar mais uma vitória. Com os titulares, o Grêmio sobrou diante do Juventude.