Viralizou na internet 12/01/2018 15h48 Atualizado às 22h42

Menino chinês chega na escola com cabelo, roupas e mãos congeladas

Garoto não queria perder a prova e foi caminhando para a aula mesmo com temperatura de 9 graus negativos

Wang Fuman, de apenas 8 anos, chegou com o cabelo, roupas e mãos congeladas na escola. A imagem, que em um primeiro momento pode aparentar ser fofa, revela uma condição de vida complicada. O pequeno estudante só chegou assim para a aula pois teve que caminhar 4,5 quilômetros até a instituição, com temperaturas que chegavam a 9 graus negativos. A imagem, feita pela professora de Wang, viralizou na internet depois de ser enviada ao site “thepaper.cn”.

O menino não queria perder uma prova que tinha naquele dia. Para ir até a escola, ele precisou caminhar cerca de uma hora e meia. O garoto mora em Zhaotong, na zona rural da província de Ludian, no Sul da China, e a instituição de ensino fica no vilarejo de Xinjie. Ele mora em uma casa de barro, com teto de palha, com a avó e a irmã mais velha.

A mãe dele deixou a família e o pai não volta para casa há meses, já que trabalha em outra cidade. Mesmo com as dificuldades, o menino nunca falta às aulas. A internet chegou a apelidar ele de “ice boy”. A escola já recebeu mais de U$ 15 mil em doações, 20 equipamentos de aquecimento e 144 roupas quentes. 


Imagem mostra escola congelada
(Foto: Reprodução)


Escola onde Wang Fuman estuda
(Foto: Reprodução)


Mãos de Wang Fuman depois de enfrentar o frio
(Foto: Reprodução)


Queimaduras nas mãos de menino são por causa do frio
(Foto: Reprodução)