Filme 01/02/2019 17h56 Atualizado às 20h20

Passagem de Belchior por Santa Cruz será tema de documentário

Projeto da produtora santa-cruzense Pé de Coelho Filmes está sendo desenvolvido desde o ano passado

A passagem do cantor Belchior por Santa Cruz do Sul é o tema do documentário que vem sendo produzido pela Pé de Coelho Filmes. O sócio da produtora santa-cruzense e também diretor e roteirista do filme, Diego Tafarel, conta que a equipe está trabalhando desde o início do ano passado com a parte de pesquisa e que foi a partir disso que escolheu qual seria o foco da narrativa. “Descobrimos muitas coisas interessantes e decidimos que o filme vai ter um recorte específico da passagem do cantor por Santa Cruz.”

Justamente por ter esta delimitação, o objetivo do documentário não será abordar a vida do cantor. “Acreditamos que existirão outros trabalhos ao longo do tempo no Brasil que podem dar conta disso. Vai ser um filme com viés único, porque conhecemos bem a região e muitas pessoas que estiveram com o Belchior nesses últimos anos”, observa Tafarel. 

LEIA MAIS: Especial reúne relatos sobre a vida de Belchior na região

Durante o tempo de pesquisa, a produtora gravou algumas entrevistas que estão sendo usadas como conteúdo para formatar a narrativa. “Ao longo deste ano, a gente vai continuar trabalhando e desenvolvendo o documentário”, comenta o diretor.

Motivação

A ideia de dar início a este projeto surgiu a partir de uma conversa com a jornalista e professora do curso de Comunicação Social da Unisc, Patrícia Schuster. Segundo Tafarel, ela tinha diversas informações sobre a passagem de Belchior no município, o que ajudou a equipe da Pé de Coelho Filmes a perceber que poderia contar a história do cantor de forma mais próxima. “Contar os últimos tempos de vida dele aqui para nós é interessante porque tem tudo a ver com a nossa vida. Nós somos uma produtora daqui”, explica Tafarel.

A produtora tem uma lista formada por contatos de cerca de 20 pessoas que conviveram com o cantor de alguma forma, pois o objetivo é produzir um filme a partir de relatos e histórias de vida, além de outros conteúdos e materiais. “Ainda não definimos quantas entrevistas, de fato, vão entrar no filme. Algumas delas até já gravamos para virar material de conteúdo de pesquisa”, pondera.

Para Tafarel, a importância desse documentário está relacionada com a relevância que Belchior teve para a cultura nacional. “No momento em que a gente vive de tantos questionamentos sobre a função da arte e da cultura, achamos importante trabalhar com este tipo de projeto porque é através da cultura que geramos memória. E memória é muito relevante para a história de um povo. Além disso, será possível fazer um recorte da região”, relata.

Segundo o sócio da Pé de Coelho Filmes, o documentário ainda não tem data para ser finalizado. Entretanto ele destaca que a equipe está, acima de tudo, tendo muita atenção para fazer algo relevante. “Para nós o mais importante já não é mais quando vamos lançar e, sim, em termos muito cuidado com este projeto para que ele não se torne vazio”, acrescenta.