Encenação 13/08/2019 21h35 Atualizado às 11h44

Selecionados para maratona de teatro têm primeiro encontro

Grande final será em outubro quando os grupos montam e apresentam peças

Quando um evento chega a sua quarta edição – seja lá qual for a sua natureza – é porque ele deu certo e está consolidado. Assim é com a Maratona (Ins)Pirados de Teatro que, como o próprio nome entrega, não se trata apenas de apresentações, mas de uma maratona, realmente, no sentido de “extensão”. Prova é que ela está em andamento desde o final de julho, iniciando pela seleção dos atores e atrizes participantes e dos roteiros das peças que serão exibidas. Tudo sob a tutela dos inspirados Joe Nunes e Paola Simonetti, nomes de consenso quando o assunto é artes cênicas em nossa região.

Sábado passado, na sede do (Ins)Pirados, aconteceu o grande encontro dos 36 participantes selecionados. Foi uma festa. Ao mesmo tempo, todos ficaram conhecendo os seus colegas de grupo – num total de seis, que disputarão o cobiçadíssimo Troféu Grupo Destaque – e os roteiros que serão trabalhados em cena. Também haverá troféus para atuação destaque (dois), direção e roteiro. Os grupos, além de montar e apresentar as peças na grande final (de 17 a 19 de outubro) que serão julgadas por grandes nomes do teatro santa-cruzense, terão de encarar provas semanais para acumular pontos.

Todas as provas são relacionadas ao teatro e, a exemplo das edições anteriores, vão desde a contação de histórias para crianças e idosos, declamação de poemas na Feira do Livro e performances de teatro de rua nas praças da cidade até as tarefas com produção de vídeos. O que acaba envolvendo boa parte da comunidade, que vibra com as ações dos grupos. Em 2016, quando criaram a Maratona (Ins)Pirados de Teatro, Joe e Paola não imaginaram que o evento daria assim tão certo, a ponto de ser uma referência na região.

“Ela é sempre esperada com ansiedade pelos participantes e pelo público, que lota as apresentações finais, que são apenas uma parte dessa verdadeira maratona”, comentou Joe. “É uma verdadeira efervescência teatral que os participantes simplesmente adoram e mostra o quanto nossa cidade curte tanto fazer quanto assistir teatro”, continuou ele.

“Quando acaba, a galera já quer saber a data da próxima”, comenta Paola. “Nos engajamos para que o projeto possa acontecer todos os anos, pensando sempre na diferença que ele faz para quem participa e, principalmente, para fomentar a cultura do teatro em Santa Cruz. É gratificante afirmar que por três meses a cidade vivencia a arte por intermédio da Maratona”, ressalta.
 
Apoio
Uma das evidências de que Santa Cruz aposta na arte teatral é o apoio dos patrocinadores da Maratona. “Aqueles que tornam possível a sua realização”, disse Paola. São eles o Serviço Social do Comércio (Sesc), Unimed Vales do Taquari e Rio Pardo, Unisc, Sindibancários, Chiquinho Sorveteria, Pisarbem, Íria Calçados, Festa & Fantasia e ClipGraffiti. Nesta terça-feira, 13, após o fechamento desta edição, os organizadores ainda tinham uma reunião agendada na Secretaria da Cultura para buscar também o apoio do poder público. “Estamos no caminho certo. Santa Cruz tem um imenso potencial artístico e nos sentimos felizes de estar à frente desse projeto que faz parte da cidade e a coloca na rota estadual do teatro”, concluiu Joe Nunes.

LEIA MAIS: Espaço destinado aos artistas da região está de casa nova