Streamings 27/10/2019 15h09

Netflix estuda forma para impedir o compartilhamento de senhas

Foi identificado uma perda de 135 milhões de dólares de faturamento por conta de usuários que dividem suas assinaturas

A Netflix admitiu que monitora contas que têm senhas possivelmente compartilhadas com pessoas que não moram na mesma casa. De acordo com a revista Newsweek, o gigante dos streamings tem estudado maneiras de evitar que seus assinantes dividam suas contas com outras pessoas.

De acordo com a publicação, a Netflix identificou que, por mês, eles perdem 135 milhões de dólares de faturamento, algo em torno de R$ 550 milhões, por conta de usuários que dividem suas assinaturas com outras pessoas e pagam apenas o valor de um pacote individual. Desta forma, a plataforma está tentando encontrar uma forma que impeça o compartilhamento de senhas.

Um dos chefes da Netflix nos Estados Unidos, Greg Peters, confirmou a pesquisa, mas garantiu que a empresa tentará achar um meio para que as mudanças aconteçam de forma “amigável” para limitar a prática.

A decisão pode não agradar muito os assinantes da plataforma, até porque algumas limitações já são vistas na ferramenta para que não tenha muitas pessoas utilizando a mesma conta. Além do número máximo de perfis que podem ser cadastrados, os pacotes oferecem opções que impedem o funcionamento do streaming em mais de dois dispositivos ao mesmo tempo, ou seja, se duas pessoas estiverem utilizando, uma terceira não poder usar.


MAIS LIDAS