CULTURA 03/09/2020 20h07

Um livro, um filme e um disco, por Benno Bernardo Kist

Às terças e quintas-feiras, colaboradores da Gazeta compartilham dicas culturais

Às terças e quintas-feiras, um colaborador da Gazeta compartilha uma dica de um livro, um filme e um álbum musical com os leitores, como um estímulo cultural. Veja as indicações de Benno Bernardo Kist.

Um livro

Walden, ou A vida nos bosques, de H. D. Thoreau (1854). É um relato sobre o período de dois anos e dois meses em que o autor, desgostoso com o modo de vida reinante na sociedade americana, dela se afasta, vai para a mata, suprindo suas próprias necessidades, estudando e contemplando a natureza, buscando conhecer a essência da vida, e eliminando “tudo o que não fosse vida”.

Um filme

Dois Papas, com direção de Fernando Meirelles, 2019, retrata a renúncia de um Papa, Bento 16, e a sucessão do Papa Francisco, mesclando fatos reais e fictícios e abordando suas personalidades e visões diferenciadas diante da complexa e grandiosa instituição religiosa, com excelente desempenho de Anthony Hopkins e Jonathan Pryce. Sem avaliar o mérito das abordagens, o filme desperta interesse por envolver dois papas ainda vivos e tem desenvolvimento bem atraente ao espectador.

Um disco

Amizade Sincera, de Renato Teixeira e Sérgio Reis, 2010, traz músicas boas da raiz do sertão brasileiro, como as sensacionais Tocando em Frente, de Almir Sater e Renato Teixeira, e Romaria, de Renato, que falam ao coração de quem tem alguma forma de ligação com a vida do interior e os belos sentimentos que esta evoca.

LEIA MAIS: Um livro, um filme, um disco, por Maria Regina Eichenberg