RÁDIO GAZETA FM 107,9 15/09/2020 08h34

Celso Esperdião é uma das atrações da Sala do Cafezinho

Há três anos, ele é presença fixa nas edições das terças-feiras do programa

O programa matutino Sala do Cafezinho, que atrai a atenção dos ouvintes entre as 10h30 e o meio-dia na Rádio Gazeta FM 107,9, conta com a participação de debatedores de diferentes segmentos da comunidade. Às terças-feiras, uma presença regular, e muito aguardada, é a do empresário Celso Esperdião, proprietário do CFC Celso, além de mais recentemente ter ingressado no ramo de restaurante, com o Viccino, e com outro empreendimento na Serra Gaúcha.

Celso, 52 anos, é natural de Ibarama, filho de Florentino e de Conceição Maria da Silva Esperdião, falecidos. Tem seis irmãos: Norma Fátima, Sérgio Moacir, Teresinha Geneci, Acélio, Claci e Elci Aparecida. Solteiro, tem dois filhos, Jonathan e Isabella. Frisa que estudou em Sobradinho até o momento de seguir para o serviço militar, que prestou em Santa Maria. Tão logo o concluiu, em 1986, transferiu-se para Santa Cruz, onde atuou em diversas áreas, entre elas as polícias Civil e Militar.

LEIA MAIS: Anderson Borowsky marca presença na Sala do Cafezinho

Até o momento em que, em 1996, resolveu empreender, com a criação do CFC Celso. A partir de sua atividade empresarial, costumava ter contato regular com a Rádio Gazeta e seus profissionais, e, embora não fosse ligado à imprensa, se relacionava com naturalidade com a comunicação. Não foi com tanta surpresa, portanto, que recebeu o convite para se integrar ao time de comentadores do Sala do Cafezinho, e prontamente aceitou. Há três anos, é presença fixa nas edições das terças-feiras, e só não comparece apenas quando compromissos empresariais o impedem.

LEIA MAIS: Jorge Baltar narra jogos da dupla Gre-Nal, na Capital