16ª Edição 16/11/2020 14h48

Festival Canto da Lagoa ganha formato virtual

Evento acontece entre 20 e 22 de novembro, em Encantado

Um dos principais festivais de música do Rio Grande do Sul, o Canto da Lagoa promove sua 16º edição nos dias 20, 21 e 22 de novembro. Inicialmente programado para ocorrer em março, devido a pandemia o evento se reinventou e será realizado sem plateia presencial e com transmissão ao vivo pelo Facebook e YouTube do festival, na sexta-feira e sábado com início às 20h e no domingo, a partir das 14h.

O Parque João Batista Marchese de Encantado será, mais uma vez, o palco para artistas mostrarem seu talento, encantar e emocionar o público. Já o número de participantes, em 2020, superou as expectativas, foram 457 inscrições na Fase Nacional e Mercosul.

Conforme a comissão organizadora, tudo está sendo preparado de acordo com os cuidados sanitários exigidos pelos órgãos de saúde a fim de garantir a segurança dos músicos, jurados e prestadores de serviços. 

Músicos classificados
FASE NACIONAL

Titulares:
1) Armaduras – Rodrigo Maia/Diego Muller – Porto Alegre;
2) Clandestino – Tuny Brum/Dilan Camargo – Santa Maria/ Porto Alegre;
3) Encantado – José Roberto Correa Ribeiro (Zebeto Correa) – Belo Horizonte;
4) Milonga do Amor Perfeito – Zé Alexandre /Jaime Vaz brasil – São Paulo/Porto Alegre;
5) Sobrepilcha – Rodrigo Morales/Lucas Ramos – Porto Alegre;
6) Guitarreiro e Cantor – Kiko Goulart/Rogério Villagran – Lages/São Gabriel;
7) Apnéia – Daniel Conti/Bruno kohl – São Paulo/Porto Belo;

Suplentes:
1) Milonga Louca – Robledo Martins/Rodrigo Bauer – Pelotas/São Borja;
2) Impasse – Ricardo Martins/Rodrigo Bauer – Santana do Livramento/São Borja;
3) Sopapeando – Kako Xavier/Carlos Roberto Hahn – Pelotas/Tramandaí.

FASE REGIONAL
Titulares:

1) Milonga Urbana – Agostinho Luís Agostini – Caxias do Sul;
2) Por Acaso – Urubatan Petrus – Encantado;
3) Utopia – Fernando Graciola/Loresoni Barbosa – Encantado/Farroupilha;
4) Quando Amanhecer – Fernando Graciola/Ivani Graciola/Thiago Vian – Encantado;
5) Do Início ao Fim – Alesssandro Cenci – Lajeado;
6) Bairrismo do Meu Canto – Luciano André Lucca – Lajeado;
7) Velho Rio Nova Canção – Eduardo Jacques – Lajeado;
8) Monges do Pinheirinho – Jorge Moreira/Thiago Casaril Vian/Fábio Tiecher – Encantado/Lajeado;
9) A Volta – Felipe Corrêa – Venâncio Aires;
10) Os Bailes da Minha Terra – Natalicio Cavalheiro/Moises Silveira de Menezes – Passo Fundo;
11) Estrelas Xiruas – Rafael Plentz Gonçalves – Casca;
12) Segredo do Universo – Roni Dal Pizzol – Banda Luauê – Encantado;
13) Caminhos Unos – Jamesson Abreu/Jaime Brum Carlos – Vacaria/Restinga Seca;
14) O Que Te Faz – Matheus Dalla Lasta/Eduardo Barzotto – Encantado;

Suplentes:
1) Ela – Alesssandro Cenci – Lajeado;
2) O Assombro – Jamesson Abreu – Rafael Ferreira – Vacaria;
3) Tiro de Laço – Clairton Carvalho – Estrela.

Premiação
Os sete selecionados para a Fase Nacional Mercosul receberão uma ajuda de custo de R$ 4.000,00 e concorrerão a toda premiação do festival como Melhor Música (1º lugar – R$ 5.000,00, 2º lugar – R$ 3.000,00 e 3º lugar – R$ 1.500,00), Melhor Intérprete, Melhor Arranjo, Melhor Instrumentista, Melhor Letra e Melhor Melodia (R$ 1.000,00 e troféu) além dessas, os artistas poderão concorrer na categoria de Melhor Tema – Rio Taquari (R$ 1.000,00 e troféu).

Já o grupo, músico ou intérprete das 10 músicas escolhidas em triagem pelos jurados, na modalidade Estudantil, concorrem a seguinte premiação:

-1° lugar: R$ 1.000,00 e troféu;
– 2° lugar: R$ 700,00 e troféu;
– 3° lugar: R$ 500,00 e troféu;
– Melhor arranjo: R$ 400,00 e troféu;
– Melhor intérprete: R$ 400,00 e troféu;
– Melhor instrumentista: R$ 400,00 e troféu;
– Melhor letra: R$ 400,00 e troféu;
– Melhor melodia: R$ 400,00 e troféu.

A realização do 16º Canto da Lagoa é da Associação Cultural Encantado, conta com patrocínio de Fontana, Baldo S/A, Ciamed, Vini Lady, Sicredi, Companhia Riograndense de Saneamento – Corsan – Governo Do Rio Grande Do Sul – Novas Façanhas e Dália Alimentos e o financiamento do Pró-cultura, Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

LEIA MAIS: Exposição em Santa Cruz vai marcar os 35 anos do Enart