Rodrigo Vianna 05/10/2018 00h12 Atualizado às 09h56

Tanque cheio

O Grêmio chega à semifinal da Libertadores com o tanque cheio

O Grêmio chega à semifinal da Libertadores com o tanque cheio. O momento é diferente daquele vivido na fase anterior da competição. Renato conta, a partir de agora, com as voltas de Jael e André. Alisson, que retomou seu futebol, já é uma realidade. Além disso, alguns garotos já passaram pelo peso da estreia no time titular. Matheus Henrique, Thaciano e Jean Pierry são boas alternativas no banco de reservas. Na lateral direita, Léo Gomes, titular em Tucumán, engrossa o setor junto ao experiente Léo Moura. A semifinal não será fácil, mas o Grêmio passa a impressão de chegar inteiro, ao menos no papel.

River

O time milionário é tudo aquilo que imaginamos para uma semifinal de Libertadores. Adversário difícil, de tradição, com três Libertadores e de muita torcida. Em campo, é muito bem treinado por Gallardo. Invicto há 31 jogos, o River alia muito bem a juventude com a experiência. Sempre foi assim ao longo da sua trajetória. E anote aí, torcedor: o River tem um banco de muita qualidade, sempre bem utilizado pelo seu técnico.

É hoje

Time grande não pode ter medo de ser líder. A palavra liderança tem que estar na boca dos jogadores e da comissão técnica. O Internacional tem, hoje, mais uma chance de ser líder do campeonato e assim jogar a pressão para seus adversários. Tem de ter um meia para propor o jogo e atitude de quem pretende virar líder. Se for assim esta noite, o Colorado janta o Sport em Recife. A Rádio Gazeta conta a história deste jogo na íntegra nos 1180 MHz do radinho e nas plataformas digitais a partir das 19 horas. A Voz do Brasil fica para depois da partida.