Esportes 30/10/2017 09h26

O mago

Renato Portaluppi apostou que o Corinthians ia cair na real. Aliás, o Brasileirão não tem um grande time

Renato Portaluppi apostou que o Corinthians ia cair na real. Aliás, o Brasileirão não tem um grande time. O técnico tricolor também optou por times reservas e apostar tudo na Libertadores da América. Mais uma vez acertou. Renato não é um grande técnico, é um estrategista e sabe usar as palavras e seu carisma vencedor. Tem tudo para ser campeão da América. Porém, os resultados quando os suplentes foram a campo não ajudaram. O empate com o Avaí, mais uma vez, não aproxima o Tricolor do líder Corinthians. Os olhos estão voltados para quarta-feira na Arena.

Sem vaias

Assim como o capitão D’Alessandro, achei as vaias desnecessárias. Foi criado um clima durante a semana de que tudo seria fácil. O Ceará é um dos bons times da Série B e soube neutralizar as principais ações coloradas. A derrota veio, mas o time lutou até o fim. Não merecia as vaias. Além disso, continua líder. Alguns percalços fazem parte do futebol.

O cara

Mesmo que alguns ainda não concordem, ficou provada a importância do Leandro Damião. Foi com a chegada dele que a reação começou. Quando não esteve em campo, o desempenho da equipe não foi o mesmo. 

Sem moral

A opção de Roberson no lugar do Damião não foi uma boa ideia. O atacante teve mais uma chance e não aproveitou. Charles também não compareceu. Guto Ferreira deveria ter alterado no intervalo e foi colocar Nico López e Camilo só depois de levar o gol. Tarde demais. As vaias deveriam ter sido dirigidas ao técnico colorado. Já se ouve falar em Vanderlei Luxemburgo ou Levir Culpi para o ano que vem.

Lifasc

Está definida a semifinal da Lifasc. Linha Nova e João Alves fazem um encontro e Guarani de São Martinho e São José, de Monte Alverne, o outro. Futebol amador de primeira qualidade. 

Futsal

O Nadas Branco, de Rio Pardo, é a região no futsal da Série Bronze. Empatou em Vila Maria e está na semifinal.