JF Vighi 15/04/2019 00h17 Atualizado às 10h44

Empate

A projeção era de que o Santa Cruz não teria dificuldade em vencer o Nova Prata nos Plátanos. A vitória na última segunda-feira contra o Cruz Alta nos levou a pensar assim

A projeção era de que o Santa Cruz não teria dificuldade em vencer o Nova Prata nos Plátanos. A vitória na última segunda-feira contra o Cruz Alta nos levou a pensar assim. O adversário foi goleado no amistoso da pré-temporada, chegou atrasado e veio com poucos jogadores. Mas dentro de campo não foi o que aconteceu. Um erro defensivo permitiu o gol do Nova Prata. A ansiedade e falta de qualidade de alguns setores tornou o jogo difícil.

Além de empatar ainda no primeiro tempo, uma expulsão do lado do adversário favoreceu para buscar a vitória. O Galo perdeu muitas oportunidades. Mesmo com um jogador a menos, o Nova Prata marcou muito bem, além de achar o empate no contra-ataque. A equipe do Santa Cruz necessita de um volante de marcação e precisa ter mais atitude quando joga em casa. Nesta fase classificam-se quatro clubes, porém o Galo precisa jogar mais para alcançar o seu objetivo.

Bom Gre-Nal
O primeiro tempo teve dois momentos distintos. No início, o Grêmio investiu pelo seu lado esquerdo de ataque com Everton e Cortez, explorando a fragilidade do Zeca. Bons lances aconteceram sem levar muito perigo. Com a mudança do Nico López para o lado direito de ataque, o Inter cresceu. A melhor chance de gol aconteceu com uma jogada na raça de Patrick que Paulo Victor defendeu com o pé. O segundo tempo não foi muito diferente. Por uma tendência de não perder o jogo, o Grêmio segurou mais e também teve uma grande chance com Everton. Detalhe: O discurso era de quem seria o homem Gre-Nal: Paolo Guerrero, Nico López, Everton ou Tardelli. O jogo foi dos dois goleiros. Marcelo Lomba e Paulo Victor brilharam e seguraram o 0 a 0. Tudo pode acontecer no jogo de volta nesta quarta-feira, na Arena, inclusive pênaltis.