Zé Ferreira 22/12/2018 00h39 Atualizado às 10h50

Ordem na casa

Ministério Público gaúcho está passando a limpo a administração de Vitorio Piffero no Internacional

O Ministério Público gaúcho está passando a limpo a administração de Vitorio Piffero no Internacional, em 2015 e 2016, e o odor das evidências e indícios é o pior possível. Uma auditoria externa contratada pelo clube e um levantamento do próprio Conselho Fiscal já apontavam os resultados nefastos de uma gestão irresponsável, que envolveu os mais altos diretores do Colorado daquele período. Uma vergonha que finalmente começa a vir à tona e terá mais desdobramentos.

Se, por um lado, é um episódio triste da história do Inter, por outro se faz necessária a colocação de ordem na casa, o que a atual gestão se dedicou a fazer desde que iniciou e agora envolveu o MP gaúcho. Logo, logo, a Justiça estará se debruçando sobre o tema. Mas não se engane ao pensar que a falcatrua é privilégio de só um clube, pois tem muito mais lama por aí afora.

Paciência

Sem bola rolando, a ansiedade da expectativa pelos negócios dos clubes toma conta dos torcedores. Aliás, de todos os envolvidos no futebol. No Brasil, poucas direções apresentaram reforços e mandaram passear aqueles jogadores que não têm mais espaço para a próxima temporada. Como o cascalho é pouco, é preciso paciência nas negociações, para acertar em cheio nas escolhas. A última semana do ano e a janela de transferências, que se abrirá no dia 1º de janeiro, trarão novidades para a dupla Gre-Nal.

Mais um título

Uma semana depois de recuperar o título adulto para Santa Cruz do Sul, o União Corinthians pode fechar a temporada do basquete também como campeão gaúcho sub-20. O jogão é neste sábado em casa. Vai lá! Bom fim de semana.