METEOROLOGIA 24/01/2020 21h19 Atualizado às 22h08

Tempestade subtropical Kurumí se forma na costa brasileira

Ciclone causou chuva forte em Santa Catarina nesta quinta-feira e segue em direção ao Sul, mas longe do continente

A Marinha do Brasil confirmou na noite desta quinta-feira, 23, a formação da tempestade subtropical Kurumí, na costa brasileira. Antes, o sistema era classificado como depressão subtropical. O status de tempestade foi alcançado porque os ventos ultrapassaram os 63 quilômetros por hora. A palavra Kurumí significa “menino” em tupi-guarani.

Segundo análise da MetSul Meteorologia, nesta quinta, o ciclone se deslocou para Sul, em alto mar, vindo da costa do Rio de Janeiro em direção ao Rio Grande do Sul. Em Santa Catarina, foram registrados volumes elevados de chuva, com índices de mais de 100 milímetros em 24 horas no Litoral Sul do estado, como em Laguna. No Rio Grande do Sul, o sistema causou chuva, principalmente, no Litoral Norte, na Serra e na Grande Porto Alegre.

O ciclone seguiu seu avanço na direção sul nesta sexta-feira, longe do continente. Ainda de acordo com a Metsul, no sábado ele deve passar de subtropical para extratropical, à medida que seu centro em superfície passará de quente para frio.

LEIA TAMBÉM: MetSul alerta para alto risco de estiagem neste verão