Pé na estrada 24/04/2020 11h29

Aos poucos, retomando a rotina

Olá, galera do automobilismo!

Olá, galera do automobilismo! Enquanto permanecem as orientações dos organismos da saúde no sentido de prevenção em relação à Covid-19, os pilotos, nas diversas modalidades, buscam manter-se em forma, o que também ocorre nos esportes em geral. Nesses dias de quarentena, já miram a possível retomada das atividades. Nesse sentido, a coluna Pé na Estrada, com veiculação às sextas-feiras na Gazeta do Sul, reinicia também seu compartilhamento de conteúdo atualizado sobre as pistas.

Para saber mais a respeito da rotina dos pilotos, conversamos com o santa-cruzense Fernando Júnior, da Mercedes-Benz Challenge e da Turismo Nacional. “Aguardamos com ansiedade nossos campeonatos da Mercedes e do Turismo Nacional”, afirmou. “Estamos trabalhando bastante. Não ficamos parados em termos de treinamento, que visa performance maior nos campeonatos de 2020.” Fernando diz estar correndo diariamente, jogando tênis, o que fortalece os braços, e fazendo academia em espaço particular. Roger Sandoval, seu colega na Turismo Nacional, vem fazendo o mesmo. Eles aguardam pela primeira etapa da Mercedes, que deve ocorrer em São Paulo.

Fernando Júnior: treinos em sua casa

Desafio Virtual
Enquanto aguardam pela volta das atividades nas pistas, muitos pilotos aproveitaram a parada e participaram de corridas virtuais. Até um Desafio Virtual das Estrelas foi promovido na quarta-feira, um torneio beneficente que reuniu grandes pilotos das principais categorias na pista de Spa-Freancorchamps. E, nesse ambiente digital, quem levou a melhor foi Felipe Drugovich, da F2, o grande vencedor da primeira etapa. Uma segunda etapa está programada e terá mais de 30 participantes no grid.

Para voltar aos treinos
Os pilotos não veem a hora de voltar à ativa nas pistas. A Federação de Automobilismo de São Paulo (Fasp) enviou ao administrador da pista de Interlagos proposta para viabilizar a retomada gradativa das atividades. Segundo o argumento, a saída do isolamento aconteceria com pleno respeito às regras e às limitações para não ferir as normas sanitárias em vigor.